Anterior
Atores cubanos desertam no festival de Tribeca
Seguinte
Rumores sobre o agravamento da doença de Hugo Chávez
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   "Contas da Madeira" provocam buscas policiais no Funchal
Em atualização

"Contas da Madeira" provocam buscas policiais no Funchal

O edifício onde funcionou, no Funchal, a Secretaria do Equipamento Social regional está a ser alvo de buscas, no âmbito do caso das "Contas da Madeira". As autoridades cortaram as comunicações com o exterior. 

A GNR da Madeira está a efetuar "diligências de busca e apreensão" no edifício onde funcionava a Secretaria do Equipamento Social da Madeira, a pedido do Departamento Central de Investigação Penal.

A ação policial está relacionada com o inquérito-crime "Contas da Madeira", instaurado em 28 de setembro de 2011, segundo um comunicado da Procuradoria-Geral da República emitido hoje de manhã, logo a seguir às primeiras notícias sobre as buscas.

As diligências criminais decorrerão durante toda a semana e que a GNR da Madeira foi o órgão de polícia criminal nomeado para a sua execução.

No prédio entraram também elementos da PJ e que as comunicações com o exterior foram cortadas, noticiou o "Diário de Notícias da Madeira".

No prédio funcionam diversos serviços e organismos tutelados pelo governo regional, entre os quais a Investimentos Habitacionais da Madeira, a empresa Estradas da Madeira e as direções regionais dos Edifícios Públicos, Infraestruturas e Equipamentos e o Ambiente.

Contactado pelo Expresso, fonte da vice-presidência do governo regional preferiu não se pronunciar, pois o caso está sob investigação e não sabe qual é o departamento em causa, "já que no edifício funcionam diversos organismos".

A antiga secretaria era responsável pela adjudicação de obras públicas da região, através da organização de concursos públicos. 

Inquérito-crime sobre omissão de dívidas


O procurador-geral da República Pinto Monteiro anunciou no dia 21 de setembro do ano passado que mandara abrir um inquérito-crime para investigar o caso da omissão de dívidas públicas na Madeira. Quatro dias antes, a procuradoria começara a analisar o caso da Região Autónoma da Madeira relativamente à omissão de dívidas.

A decisão da Procuradoria surgiu depois de o Instituto Nacional de Estatística e o Banco de Portugal terem divulgado um comunicado a dar conta de encargos financeiros assumidos pela Madeira que não foram nem pagos nem reportados.


Opinião


Multimédia

Cheesecake com manjericão e doce de tomate

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 24 Comentar
ordenar por:
mais votados
Este governo se pudesse bem acabava com o feriado
do 25 de Abril como o fez com as datas históricas do 1º de Dezembro e do 5 de Outubro, que deverão ser repostas. A Associação 25 de Abril anunciou, que "não participará nos atos oficiais nacionais" evocativos do 25 de abril de 1974 - o que sucede pela primeira vez na sua história - e apelou "ao povo português e a todas as suas expressões organizadas para que se mobilizem e ajam, em unidade patriótica, para salvar Portugal, a liberdade, a democracia".

Em conferência de imprensa realizada em Lisboa, o presidente da A25A, coronel Vasco Lourenço, leu um manifesto intitulado "Abril não desarma", onde se afirma que "o contrato social estabelecido na Constituição da República Portuguesa foi rompido pelo poder".

"As medidas e sacrifícios impostos aos cidadãos portugueses ultrapassaram os limites do suportável", declarou Vasco Lourenço perante uma plateia de cerca de meia centena de militares de Abril, referindo "ser oportuno tomar uma posição clara contra a iniquidade, o medo e o conformismo que se estão a instalar" no País.

"A linha política seguida pelo atual poder político deixou de refletir o regime democrático herdeiro do 25 de Abril configurado na Constituição", afirmou Vasco Lourenço, ladeado por figuras como os generais Pezarat Correia e Garcia dos Santos, entre outros.

"O poder político que atualmente governa Portugal configura um outro ciclo político que está contra o 25 de Abril, os seus ideais e os seus valores", sustentou a A25 A no seu manifesto.

Re: Este governo se pudesse bem acabava com o feri
Re: Este governo se pudesse bem acabava com o feri
PJ faz buscas na Madeira
Devem andar à procura do desvio colossal de que falava Passos. No entanto o grande buraco já se encontra no Continente e embora tentem tapar o Sol com a peneira, deitar areia para os olhos e fazer cortinas de fumo, já muitos começam a ver o óbvio.

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/04/citigroup-pib-portugues-devera-recuar.html?utm_ source=BP_recent
Re:Para que tanta despesa????????
Re: Re:Para que tanta despesa????????
Re: Re:Para que tanta despesa????????
Re: Re:Para que tanta despesa????????
E levaram farnel?
É bom que tenham levado o farnel e já agora umas camas desmontáveis, pois deve haver lá papel esquisito para ser analisado durante muitas semanas.
Jardim, "barbas" de môlho!
A brincadeira e corrupção na Madeira tem sido "afilhadas" de Alberto João Jardim.
Mas tantas vezes o cântaro vai à fonte que um dia o azeite vem à luz do dia.
Cuidado, Jardim.
ÚLTIMA HORA ...
PJ e GNR pedem ajuda ao CSI ...

Um guarda da GNR que não se quis identificar diz que a situação é muito complicada ...
A GNR da Madeira anda a fazer as buscas...
... enquanto o D. Alberto João I, Imperador, não enviar os "mijinhas" para prendê-los a todos
"DESTA VÊZ É QUE É "
Desta vêz´é que é... eu seja ceguinho.
- Óh Maria dá-me a bengala que eu vou fazer um donativo à PGR.
Kácus
Não há dinheiro não há palhaço.
Perdigão perdeu a pena não há mal que lhe não venha .Torna-se necessário repor a suberania de Portugal nestas ilhas e ilhéus em vez de mandar para lá dinheiro ás paletes.
"Contas da Madeira" provocam buscas policiais no F
Mais uma investigação da PJ para quê? Vocês já viram alguém neste país ser minimamente punido por crimes de 'colarinho branco'? Basta citar os casos de Fátima Felgueira, Isaltino Morais, Apito Dourado, BPN, etc., etc.
Re:
O Bokassa estava distraido
So conseguiram fazer as buscas porque o Jardim estava distraido ,senao nao faziam buscas nenhumas ,porque quem manda na ilha e o Bokassa
Re: O Bokassa estava distraido
Quem paga??
Quem paga todos estes "organismos"???

O zé povinho pois claro!!! :(
portuguese.ruvr.ru...
Triactol

Deixem de associar, os criminosos aos partidos
Deixem de associar, os criminosos aos partidos, todos os partidos têm gente desonesta e todos têm gente honesta, mas não condenem nem absolvam ninguém por ser de determinado partido.
Lugar de ladrão ou corrupto é na prisão seja ele quem for e de que partido for. Não vale a pena falar no BPN ou Face Oculta, ou o que quer que seja. Que a justiça, seja realmente justa e cega, andam muitos Duartes Limas à solta, que precisam de ir dentro.
Re: Deixem de associar, os criminosos aos partidos
Re: Deixem de associar, os criminosos aos partidos
Re: Deixem de associar, os criminosos aos partidos
Palhaçada
isto só pode ser uma manobra politica,enquanto houve dinheiro ninguem controlou ninguem,e agora no fim destes anos, vem estes senhores tentar encontrar o quê?
na minha terra diziam assim;
"Estes senhor não tem nada para vos dar
  tem uma arca velha onde os ratos vão cag..."
Comentários 24 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub