24 de abril de 2014 às 22:43
Página Inicial  ⁄  Blogues  ⁄  Blogues Economia  ⁄  Em Off  ⁄  Pires de Lima, vendedor nato

Pires de Lima, vendedor nato

www.expresso.pt

Pires de Lima, vendedor nato
O presidente da Unicer não perde uma oportunidade para promover a "sua" Super Bock. Esta semana, ao entrar num café junto à sede do Partido Popular, no Largos do Caldas, em Lisboa, António Pires de Lima aproveitou para tentar convencer o proprietário a deixar a Sagres. Face à crítica do lojista de que esta marca oferecia copos para a água, enquanto a Super Bock não o fazia, respondeu que a margem do negócio nas águas era muito apertada, mas na cerveja era maior, por isso já podiam oferecer os desejados copos. E não deixou o café sem prometer enviar um vendedor da Unicer, que faria um bom desconto no preço da Super Bock. Não sabemos se ganhará o contrato, mas o que é certo é que ganhou a garrafa de água que bebeu e que o proprietário do café insistiu em lhe oferecer.

O potencial dos taxistas
O presidente da operadora móvel brasileira Vivo, Roberto Lima, fez as contas ao mercado dos taxistas que operam nos 1400 municípios brasileiros cobertos pela Vivo e descobriu um grande potencial de negócio. "Vamos lançar cursos pela rede móvel, muitos cursos, de línguas e até de álgebra, de forma que os taxistas, quando estiverem parados, em vez de ficarem a contar piadas, estejam a aprender inglês ou a álgebra", anunciou Roberto Lima durante o 10º Fórum Empresarial de Comandatuba, no estado da Bahia.

BCE à descoberta de Lisboa
Cumprida a sua missão, os técnicos do Banco Central Europeu (BCE) que fazem parte da troika (com a Comissão Europeia e o Fundo Monetário Internacional), encarregue de delinear o plano de resgate a Portugal, já não passam o dia, de manhã à noite, entre o Ministério das Finanças e o Banco de Portugal. Na terça-feira, nas vésperas da apresentação do plano, Rasmus Rüffer, líder da delegação do BCE, almoçava à beira Tejo, no Clube de Vela, em Lisboa, numa varanda virada para o rio. Uma oportunidade para o germânico aproveitar, por fim, algumas das maravilhas de Lisboa: o sol, a zona ribeirinha e o peixe fresco, especialidade do restaurante.

Comentários 0 Comentar
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub