48
Anterior
Alberto João Jardim critica OE e discursos do 5 de outubro
Seguinte
Greve Geral: UGT admite participar
Página Inicial   >  Dossiês  >  Dossies Economia  >  Orçamento do Estado 2011  >  PIB português deve contrair 1,4% em 2011

PIB português deve contrair 1,4% em 2011

O diretor adjunto do FMI afirmou que o produto interno bruto (PIB) português deverá recuar 1,4% no próximo ano, devido às novas medidas de austeridade.Clique para aceder ao índice do dossiê Orçamento do Estado para 2011
Lusa |
A economia portuguesa deverá sofrer uma contração de 1,4% em 2011, caso sejam levadas em conta as novas medidas de austeridade anunciadas pelo Governo na semana passada, disse hoje o diretor adjunto do FMI
Clique para aceder ao índice do dossiê Orçamento do Estado 2011
 
De acordo com Jorg Decressin, diretor adjunto Fundo Monetário Internacional
(FMI), a economia portuguesa "deverá sofrer um contração de cerca de 1,4 por cento" incluindo as novas medidas. 
 
As novas previsões do FMI antecipam que a economia portuguesa estagne em 2011 sem ter em conta as medidas anunciadas pelo Governo para o Orçamento do Estado para o próximo ano. 

Medidas terão repercussões em 2011 


Apesar de as novas medidas não terem sido incorporadas nas perspetivas de crescimento do FMI para este ano e para o próximo, estima-se que não deverão afetar o crescimento de 2010 mas que deverão prejudicar fortemente o crescimento de 2011. 
 
Na conferência de imprensa do FMI que decorre em Washington, Jorg Decressin afirmou que estas projeções "não incluem" as novas medidas, estimando que estas apesar de não deverem ter efeitos em 2010, terão no entanto "um impacto substancial" na economia portuguesa em 2011. 
 
O FMI aponta hoje que a economia portuguesa deverá crescer 1,1% este ano e estagnar totalmente em 2011, sem incluir as medidas adicionais anunciadas pelo Governo na semana passada, tanto para 2010, como para 2011. 


Opinião


Multimédia

Edwin. O rapaz que aprendeu a sonhar

O que Edwin sabia sobre a vida era sobreviver. Na cabeça dele não cabiam sonhos e os dias eram passados à procura de comida para ele e para a mãe e para o irmão. A fome espreitava nos cantos da barraca de palha no Quénia e ele escondia-se dela como podia - chupar as pedras era uma forma de a enganar. Mas a sorte dele mudou porque alguém viu nele outra coisa. E tudo começou numa dança. Agora, os mesmos dedos que agarravam as pedras tocam hoje teclas de um piano Bechstein. E os pés dele já não estão nus mas calçados. Com chuteiras. Primeiro no Benfica, agora no Estoril, o miúdo de 15 anos que fala como gente grande descobriu que tinha um sonho: ser futebolista. Como Drogba.

Todas as ilhas têm a sua nuvem

Raul Brandão chamou-lhe 'A Ilha Branca'. Como viajante digo que tem um verde diferente das outras oito que com ela formam o arquipélago dos Açores. É tenra, mansa, repousante e simultaneamente desafiante. Esconde segredos como a lenda da Maria Encantada e um vulcão florestado a meio do século passado que nos transporta para uma dimensão sulfurosa e mágica. Obrigatória para projetos de férias de natureza.

Em três quartos de hora não se esquece só a idade. "Esquece-se o mundo"

Maria do Céu dá três voltas ao lar sempre que pode. Edviges vai a todos os velórios, faz hidroginástica e sopas de letras. António dá um apoio na Igreja e nos escuteiros. Tudo é uma ajuda para passar os dias quando se tornam todos iguais. No Pinhal Interior Sul, a região mais envelhecida da União Europeia, quase um terço da população tem mais de 65 anos. Os mais velhos ficaram, os mais novos partiram.

Profissão: Sniper

O Expresso foi ver como são selecionados, que armas usam, para que missões estão preparados os snipers da Força de Operações Especiais do Exército. São uma elite dentro da elite. Um pelotão restrito. Anónimo. Treinam diariamente com um único objetivo: eliminar um alvo à primeira, mesmo que esteja a centenas de metros. Humano ou material. Sem dramas morais, dizem.

Xarém com conquilhas

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione com esta nova receita.

O que se passa dentro da cabeça dele

O que leva um tipo a quem iam amputando uma perna a regressar ao sítio onde os ossos se desfizeram, uma e outra vez, e testar os limites do seu corpo? Resposta: a busca pelo salto perfeito, que ele diz existir dentro dele e que ele encontrará mais dia menos dia. É a fé e a confiança que o movem e o levam a pular para lá do que é exigido a um campeão olímpico e mundial que não tem mais nada a provar a ninguém - a não ser a ele próprio. Este é um trabalho que publicámos em agosto de 2014, quando o saltador se preparava para os Europeus e falava das metas que tinha traçado para 2015 e 2016: mostrar que não estava acabado. Sete meses depois, provou-o no Europeu de pista coberta em Praga, onde venceu este fim de semana.

Amadeu, que aprendeu o mundo no campo e tinha o coração na ponta dos dedos

Em Portugal, a dedicação à língua mirandesa tem nome próprio: Amadeu Ferreira, o jurista da CMVM que - quando todos diziam que "era uma loucura impossível" - arranjou tempo para traduzir "Os Lusíadas", a "Mensagem", os quatro Evangelhos da Bíblia e ainda duas aventuras do Asterix para uma língua que pertence a um cantinho do nordeste português e é falada por menos de 15 mil pessoas. No final de 2014 deu ao Expresso aquela que viria a ser a sua última entrevista. Morreu no passado domingo e esta quinta-feira foi lançada a sua biografia, "O fio das lembranças", com quase 800 páginas.

Temos 16 imagens que não explicam o mundo, mas que ajudam a compreendê-lo

O júri do World Press Photo queria dar o prémio maior da edição deste ano (e talvez das edição todas) a uma fotografia com "potencial para se tornar icónica". A primeira imagem desta fotogaleria, por ser "esteticamente poderosa" e "revelar humanidade", é o que o júri procurava. A fotografia de um casal homossexual russo, a grande vencedora, é a primeira de 16 imagens de uma seleção onde há Messi desolado, migrantes em condições indignas no Mediterrâneo, a aflição do ébola, mistérios afins e etc - são os contrastes do mundo.

Vamos falar de sexo. Seis portugueses revelam tudo o que lhes dá prazer na cama

Neste primeiro episódio de uma série que vai durar sete semanas, seis entrevistados falam abertamente sobre aquilo que lhes dá mais satisfação na intimidade. Sexo em grupo, sexo na gravidez, prazer sem orgasmo e melhor sexo após a menopausa são alguns dos temas referidos nos testemunhos desta semana. O psiquiatra Francisco Allen Gomes explica ainda a razão de muitas mulheres fingirem o orgasmo. O Expresso e a SIC falaram com 33 portugueses que deram a cara e o testemunho de como são na cama. Ao longo das próximas sete semanas, contamos-lhe tudo.

Elvis. Gostamos ou não gostamos?

Ele não é consensual, mas é incontornável. Dispunha de penteado majestoso e patilha marota, aparentava olhar matador e pose atrevida. E deixou canções: umas fáceis e outras nem tanto, por vezes previsíveis e às vezes inesperadas, ora gentis ora aceleradas. E ele, Elvis, nasceu em janeiro de 1934 - há precisamente 40 anos, ao oitavo dia. Temos quatro textos sobre o artista: Nicolau Santos, Rui Gustavo, Nicolau Pais e João Cândido da Silva explicam o que apreciam, o que toleram e o que não suportam.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

Desfile de vedetas

Saiba tudo sobre os modelos concorrentes ao Carro do Ano 2015/Troféu Essilor Volante de Cristal. Conheça o essencial sobre os 20 automóveis participantes nesta iniciativa, da estética, às características técnicas, do preço ao consumo. A apresentação ficará completa no dia 3 de janeiro.

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola. Em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

Desacelerámos a realidade para observar a euforia da liberdade

Ela, Jacarandá, é algarvia. Ele, Katmandu, é espanhol. São linces e agora experimentam a responsabilidade da liberdade: foram soltos esta terça-feira numa herdade alentejana, próxima de Mértola, eles que saíram de centros de reprodução em cativeiro. Foi inédito: nunca tinha acontecido algo assim em Portugal. Estivemos lá e ensaiámos o slow motion.


Comentários 48 Comentar
ordenar por:
mais votados
Ou seja...
No próximo fica bem mais que provavel que a divida pública ultrapasse o PIB..

Estes últimos (des)governos conseguiram..com as suas péssimas gestões daquilo que é de todos nós..em duas ou três décadas colocar Portugal literalmente de tanga..e o pior é que o estado do País é tão mau que dificilmente se conseguirá encontrar alguém que pegue nos cacos e reconstrua isto..

E afinal de contas eu estava enganado quando afirmei por diversas vezes que Sócrates (o actual cavador de serviço) andava a cavar com pá e picareta o buraco onde Portugal seria enterrado..e que se não o impedissem trataria de arranjar uma retro-escavadora para fazer o serviço mais depressa...

Estava enganado porque afinal ele já tem a máquina (retro-escavadora) nas mãos..

Depois de em Setembro terem sido emitidas diversas dividas públicas de cerca de mil milhões de euros cada..eis que hoje lá foi mais uma de também mil milhões de euros..a juros incomportáveis para quem vai buscar o dinheiro apenas para despesa..nada de investir no que traga mais valias...

E ainda há quem admire e defenda estes canalhas que continuam a hipotecar o País...

Re: Ou seja...
Re: Ou seja...
Re: Ou seja...
Viera da Silva tem razão..
PIB português deve contrair 1,4% em 2010
O povo português tem de se preparar para fazer sacrifícios. Andamos a gastar mais do que aquilo que produziamos. Acabou o regabofe. Temos de pagar ao merceeiro, porque já não quer fiar mais. Como diz o outro, mal de carro pior de arado. Ou então é pior a emenda que o soneto. Para aqueles que não se cansam de dizer que Sócrates já devia ter tomado estas medidas mais cedo, aqui têm a resposta que afinal não é bem assim. Sejam honestos, porque todos sabem que a situação é muito complicada e equilibrar a balança é muito difícil. Para baixar o défice neste momento não há alternativa e reduzir a despesa ou aumentar impostos tem o mesmo efeito. Estamos a retirar dinheiro da economia, por isso esta arrefece e aumenta o desemprego. Isto não tem nada que saber, até um analfabeto compreende. Só temos duas alternativas, poupar e produzir para exportar, isto se encontrarmos quem nos queira comprar e que possa pagar. O problema é que a maior parte dos outros também não estão melhor.
Re: PIB português deve contrair 1,4% em 2010
Re: PIB português deve contrair 1,4% em 2010
Re: PIB português deve contrair 1,4% em 2010
Re: PIB português deve contrair 1,4% em 2010
Outros dados
O subsídio de desemprego está previsto custar nos próximos 10 anos, cerca de 20 mil milhões de euros.

O plano de obras públicas para os próximos 10 anos, orçava em 15 mil milhões.

Pergunto: não será possível redimensionar o plano de obras, fazendo-o de forma séria e objectiva, visando que muitos dos que estão no desemprego possam vir a almejar um trabalho ?!?

Ou será que no desemprego só estão padeiros e cabeleireiras ?!?!
Re: Outros dados
Re: Outros dados
Re: Outros dados
Re: Outros dados
Re: Outros dados
As " transparências"
O cinto dos Portugueses já não aperta mais: qualquer dia, com tanto apêrto, ficamos transparências.
São as "receitas" do Governo Sócrates-não cura a doença, mas mata o doente.
SÓCRATES
O povo quer trabalhar, porque é que não deixa?
Será que o povo não tem o direito de exigir que também passe fome?
Penso que muita gente vai ter a cabeça a prémio?
Contra a abstenção!

A abstenção devia ser proibida pela Constituição! Refiro-me, obviamente, à abstenção nas votações dos políticos, não dos eleitores.

Os políticos foram supostamente escolhidos para fazer alguma coisa, cumprirem alguma promessa, governarem alguma coisa, apresentarem alguma proposta, etc. Se foram “escolhidos” têm de se afirmar em todas as questões, sim ou não.

A abstenção dos políticos leva o ambiente político para a lama, a intriga, a irresponsabilidade, o desrespeito, a leviandade, o oportunismo, a demagogia, a cobardia, enfim, para quase tudo o que de mau existe na vida política.

A abstenção desresponsabiliza os políticos que se abstêm. Permite esta lama nojenta em que andamos há muito tempo. O político que se abstém é um irresponsável ou, como disse alguém, um inimputável.

A abstenção é contra a alternativa, permite esconder-se, não se assumir. Abstém-se hoje para poder continuar a insultar amanhã.

OE2011. Quem se abstiver vai ser um exemplo disto que agora se descreveu. Querem ver?
Com 3 letrinhas apenas, se escreve a palavra FMI
Como é que esses gajos do tal FMI sabem da nossa vida?

Primeiro, porque não temos Produto Interno; todos os Produtos que consumimos vêm de fora. Esses tais Produtos Brutos, deixamo-los para os bárbaros do norte; principalmente os alemães é que produzem esse material aBrutalhado.

Nós, no máximo, teremos PIF - Produto Interno Fino - A nossa especialidade são Serviços Finos

Em Portugal, providenciámos o desemprego, para todos o trabalhadores de Produto Interno Bruto. Qualquer português que se preze é investigador. E Doutorado. Diga-se de passagem que deixámos de ter escolaridade obrigatória, mas sim, universidade obrigatória. Quem não a fizer a mal, faz a bem.

O aluno não estuda? Não vai às aulas? Pois bem, temos um castigo inovador: passam de ano. É verdade… que maior castigo pode haver? Um aluno que queira emburrar, não consegue – sai contrariado mas diplomado.

E se refilar muito, toma lá: fica com um MBA (que não sei exactamente o que é, mas toda a gente tem). Caso se arme em estúpido, toma: pespega-se com o Mestrado. Os casos mesmo difíceis, resolve-se com Doutoramento. E de castigo, fazem-no no ISCTE.

Esta política de ensino, foi o que permitiu estarmos em primeiro lugar no PIF mundial.

Por tudo isto se vê que esses gajos do FMI não sabem nada

PS. E a próxima vez, só aceitamos recados do Director. Adjuntos, estão ao mesmo nível do que o então Primeiro-Ministro Cavaco Silva chamava aos Secretários de Estado: ajudantes

Já esperado
Portugal continua assim a divergir da média de crescimento económico da UE há mais de uma década, com tudo o que isso representa: deterioração cada vez maior do nível de vida, quebra do investimento público e privado, mais desemprego, mais pobreza, mais desigualdades sociais, mais inequidade fiscal como será constatável no próximo OGE2011.
Não venham os arautos do costume dizer que a culpa de tudo isto é da crise internacional, dos efeitos da globalização e do ignóbil capitalismo financeiro. Já estariamos em crise há mais de 20 anos!!!
Para esse peditório de desculpas de mau pagador, já todos demos! Já todos demos para políticos incompetentes e irresponsáveis que nos têm governado com base nas manobras de propaganda e do eleitoralismo exacerbado.
BASTA !!!
Só 1,4%!!!!!!!!!!!!!!!!
O povo português ainda não está bem ciente das repercussões que irá ter o plano de austeridade do Governo, se for aprovado, na economia portuguesa!!!!!

O desemprego vai aumentar, as falências das empresas de serviços com forte percentual de vendas no mercado nacional também, o PIB vai cair e a crise social vai agudizar-se!!!!!!

É um rombo enorme no poder de compra da classe média diminuir salários e aumentar impostos simultaneamente!!!!

Sou frontalmente contra ao aumento do IVA porque o efeito que o Governo pretende será precisamente o inverso devido à forte contracção do consumo!!!!!

É preciso mais audácia, mais coragem, mais responsabilidade e mais idoneidade no corte da despesa pública!!!! Não sejam demagógico e pouco sérios afirmando que não é possível!!!!

RESPONSABILIDADE e SERIEDADE EXIGE-SE!!!!!!
É mentira
O Sr PM JS disse a semana passada no parlamento, alto e bom som e para quem quis ouvir,a uma pergunta da deputada Helena Apolónia, que o crescimento para 2011 iria ficar em linha com o previsto para este ano, ou seja 0,5%.
Agora falta saber quem é que está errado, mas tendo em conta o passado recente, vamos ver o PM ou qualquer outro membro do governo a dizer que não, que o FMI está enganado, que estão fora do contexto e não percebem a realidade portuguesa, para depois, daqui uns meses aparecerem nas tvs a dizer que a culpa é dos mercados, ou é do FMI, ou até daqueles que ainda à pouco tempo lhes deram a mão, a OCDE.
Resumindo, parece-me que aquilo que foi dito no parlamento não passa de mais uma mentira do PM para tentar justificar o injustificável, e não é com os submarinos que o vai conseguir, porque o mal começou em 2008, quando seguro por uma maioria aprovou um orçamento eleitoralista, só com o propósito de ganhar as eleições.
............
são muitas palavra e poucas acções, só vejo teorias e não vejo soluções.
Os abutres
Já começaram a mudar o disco.
Agora descobriram que as medidas de controle do défice são recessivas. A seguir vão dizer que como vamos entrar em recessão não poderemos pagar a dívida.
Não sei se sabem que nos EUA quando uma pessoa perde o emprego a 1ª coisa que lhe fazem é subir a taxa do cartão de crédito, a seguir executam uma das hipotecas da casa e quando já está a dormir debaixo da ponte e procura emprego dizem-lhe que sem morada não pode candidatar-se... "Freedom at Last"!
A receita é a mesma!
Ora aí está!
A confirmação do que alguns(muitos) diziam, que as medidas tomadas pelo governo, não iriam melhorar nada, sendo tendencialmente contrárias à evolução positiva da economia.

Mas como os nossos dirigentes políticos, governam sempre pelo lado negativo, gastando demais e sem terem um vislumbre sequer, para criarem as condições necessárias a um aumento de produtividade, desprezando com ignorância e criminosa imprevidência, as duas colunas básicas duma sã economia o Deve e Haver, que tanto a nível individual como colectivo, devem nortear com equilíbrio e bom senso das instâncias do poder.

Está sobejamente provado, que não temos personalidades políticas, capazes de executar esta simples operação de economia, base sem a qual, todos os complexos sistemas micro ou macro-económicos redundam num total fracasso, como o estado do país o comprova.

Isto que de fora foi anunciado, quase todos nós o sabíamos quando estas e anteriores medíocres medida foram implementadas, mesmo somente os políticos por incompetência ou má fé, inserida nos seus condicionalismos partidários e inoperantes o não saberiam.

  Ou o que ainda é pior, sabendo, prosseguem na mesma e impune ganância do apego ao poder, em prejuízo da Nação inteira.
Depois dos primeiros 5 anos é só errar.
Resta novas eleições para desculpar esta gente.

so sabem fazer aquilo que o FMI diz que não vai dar certo.

Quem não consegue fazer reformas em 5 anos nunca mais o vai conseguir fazer.

Esta maxima esta mais actual que nunca.

 
Vigaro uma vez, vigaro sempre
E para o Vigaro-mor vamos crescer 0,5%. Já não o posso ouvir! Que vigarista-mentiroso!!! Constantemente a enganar-nos. Como temos 'aquilo' como PM é que dá que pensar ....
Re: Vigaro uma vez, vigaro sempre
Re: Vigaro uma vez, vigaro sempre
Comentários 48 Comentar

Últimas

Receba a nova Newsletter
Ver Exemplo

Pub