116

E vão três. Mais um Bush na fila para a presidência

Anterior
Seguro continua a desconfiar deste "novo" Governo
Seguinte
Oposição sai de Belém apelando a eleições antecipadas
Página Inicial   >  Política  >   Paulo Portas é um "salta-pocinhas"

Paulo Portas é um "salta-pocinhas"

Mário Soares considerou deste modo a atuação do líder do CDS em relação ao pedido de demissão da semana passada.
|

Durante a conferência "Cenários para o futuro da Ibero-América', o ex-Presidente Mário Soares criticou a atuação de Paulo Portas por ter voltado atrás na decisão de abandonar o Governo, acrescentado que o acordo alcançado entre os partidos da coligação vai ser "uma desgraça".


Oiça o que disse o antigo Presidente da República.

Opinião


Multimédia

Geração Z

Mais rápidos, mais capazes, mais solitários, os Z vivem agarrados aos ecrãs, pensam com a ajuda da internet e estão permanentemente preocupados com a bateria do telemóvel. Que geração é esta que nasceu com a viragem do século?

Desaparecidos para sempre no Mar do Norte

O dia 15 de novembro já foi feriado, há 90 anos. A razão foi o desaparecimento de Sacadura Cabral algures no Mar do Norte. Depois de fazer mais de oito mil quilómetros de Lisboa ao Rio de Janeiro, o aviador pioneiro não conseguiu completar o voo entre a cidade holandesa de Amesterdão e a capital portuguesa. Ainda hoje, não se sabe o que aconteceu ao companheiro de Gago Coutinho e tio-avô de Paulo Portas, a quem o Expresso pediu um sms.

Os muros do mundo

Novembro relembrou-nos os muros que caem, mas também os que permanecem e os que se expandem. Berlim aproximou-se de si própria há 25 anos, mas há muros que continuam a desaproximar. Esta é a história de sete deles - diferentes, imprevisíveis, estranhos.

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola. Em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

O papa-medalhas que veio do espaço

O atleta português mais medalhado de sempre, Francisco Vicente, regressou dos campeonatos europeus de veteranos, na Turquia, com novas lembranças ao pescoço. Três de ouro e duas de prata para juntar à coleção. Tem 81 medalhas, uma por cada ano de vida.

Terror religioso está a aumentar

Relatório sobre a Liberdade Religiosa é divulgado esta terça-feira em todo o mundo. Dos 196 países analisados, só em 80 não há indícios de perseguições motivadas pela fé.

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.


Comentários 116 Comentar
ordenar por:
mais votados
"SALTA SIM" PP1
Caro Dr. Mário Soares é com grande carinho que leio e oiço os "piropos" que V. Exª me dedica nos momentos de maior lucidez.
  Com eles, recordo o seu passado de luta antifascista e todo um trabalho que mais ou menos lhe é reconhecido, quer seja na fabulosa descolonização !!! ou na aplaudida entrada do País na UE.
  No mal e no bem teve V.Exª um papel reconhecido por uns e desprezado por outros. São as pequenas coisas da vida.
  Relembro também com saudade, a luta e as rasteiras, que V.Exª tentou provocar ao mandato do então primeiro ministro (a nossa Múmia atual).
  Lembro até os seus repetidos avisos (aos seus finalmente 1ºs ministros Guterres e Sócrates) para que exercessem uma governação atenta, duradoura e assertiva, com vista a um futuro próspero para o País. Ou será que nunca o fez ?
  Lembro por fim a sua ação turística e pouco mais, (enquanto presidente da republica) em passeatas pelo mundo redondo com comitivas de amigos amigas e outra espécies impensáveis a expensas dos Portugueses (quase todos) já se vê.
  Tudo isso (os desmandos desmiolados dos seus 1ºs ministros e o os seus gastos na corte) eu me lembro muito bem.
  Não vou falar da sua fundação e dos milhões que por lá passaram, nem dos interesses que tem por marfim quer seja ou não roubado. Não vou falar do seu amor à causa Savimbiana e aos negócios escuros que por lá andaram.
 
.
MENTIRA.
.
000
.
000
.
000
.
000
.
000
.
000
.
000
Gostei
.
.
000
.
000
000.
.
000
.
000.
Salta-pocinhas...?
que tal dar agora opinião sobre o "salta-pocinhas"
"É FACIL"
ai ai ai, que povo sem memória !!!
Um salta-pocinhas de partido muleta
O salta-pocinhas e a merda
É FÁCIL? NÃO ESTÁ NADA FÁCIL.
O Homem é ridículo.
Caro,
Caracter
Ele que devolva o guito da Fundação
está senil
SENIL ESTÁS TU.
eheh
SEU TROCA TINTAS.
pois é
POIS É, SIM SENHOR.
Gosto do seu texto
"SALTA SIM" PP2
Todos esses aspetos da sua passagem pelos governos e pela presidência são dignos dos maiores encómios.
  O modo como o País foi então governado provocaram-lhe uma amnésia inatural, porque se reflete no tempo presente e não no passado.
  Revela V.Exª contudo uma memória desmaiada agora, já que tudo passou, tudo se governou e o Sr Também não ficou mal de todo.
  Mal de todo ficou o País e os Portugueses, mas isso como diria o sótraques «não interessa nada agora»
Resta a sua (não amnésia) predisposição, para não querer perceber, que temos de remendar a miséria em que o seu partido deixou o País.
  Por isso! É para mim um "carinho" quando me chama de salta pocinhas, já que ando de mão estendida de País em País a pedir dinheiro.
  Já não levo tanta gente atrás, nem tão pouco me oferecem ou "compro" marfim.
  Não irei tão depressa à conta do Estado andar de tartaruga ou visitar a "conchichina" como V.Exª teve oportunidade de fazer.
  Sei que gostaria de nos deixar com um Xuxa em 1º ministro disposto a alargar os cordões à bolsa para um funeral de estalo com tartarugas elefantes e tudo, mas, temo que não terá para já oportunidade de usufruir desse sonho a contas do Estado.
  Os salta - pocinhas de agora, não são os salta poçonas de outrora, sabe porque?
  Não há dinheiro. Não há dinheiro porque o V.Exª e os seus protegidos gastaram sempre demais.
  Quanto a mudar de opinião...não ligue. Só os burros é que não mudam.

TANTA VERDADE...
Malabarista
Boa imprensa
????????????? !!!!!!!!!!!!
.
EH! EH! EH!
Os burros...
!
"Só os burros é que não mudam de ideias"_Mário Soa
dizia Mário Soares quando fez a "santa aliança" com Freitas do Amaral para o governno!
Está a ficar "velho" e sem memória, Mário Soares!
Um desbocado este senhor Soares!!
Um homem que deu
tantos saltos à retaguarda, incluindo meter o socialismo na gaveta, devia estar calado.
Calado esteve enquanto os seus amigos socialistas faliam o país e lhe jorravam dinheiro para a sua fundação.
Agora é o que se vê.
paulo-portas-e-um-salta-pocinhas
Paulo Portas Primeiro-Ministro...
Com a demissão “irrevogável”, o líder do CDS ficou, por um lado, preso das suas próprias palavras de demissão, por outro, da necessidade de garantir a estabilidade governativa, pelo menos até Maio, altura marcada para o fim do programa de assistência financeira.

Há muito que Paulo Portas sonhava ser primeiro-ministro. Parecia ter uma limitação inultrapassável: era líder de um partido que, quando muito, conseguia chegar aos 12 por cento. Não lhe faltava um bocadinho, faltava muito. Com uma jogada política arriscadíssima, esta semana conseguiu lá chegar.

viriatoapedrada.blogspot.pt/2013/07/paulo-portas-primeiro-ministro.html
pobre coitado
este "pai da democracia!" tb só há-de perceber quando cair da cadeira...
espero...
ontem...........
Cá no meu conceito moral, um gajo sem
palavra e sem caracter é muito mais do que um simples "salta pocinhas"...
É verdade
Que PP e você são os piores artistas deste país.
Para quando vos vejo sentado no mocho a responder pelo que tem lesado o país?
Mario, este governo vai durar mais do que tu,
é triste mas nada posso fazer para o evitar.
Medalha Olímpica...
Alguém que se aliou com o CDS, o PSD, o FMI, a CEE, o PS francês a Internacional Socialista (mas depois "meteu o Socialismo na gaveta"); que era amigo do Mitterrand (que tinha sido condecorado por Pétain e esteve ligado a múltiplos escândalos financeiros e políticos, sem falar das amantes); que tinha amigos comunistas que depois repudiou e se tornou o maior inimigo de Cunhal (de quem foi aluno) e do PCP; e que disse muito claramente durante campanha eleitoral em Março de 1976 que:

"O Partido Socialista teve ocasião, em diversas oportunidades, de afirmar a necessidade de transformar a Europa – de forma a que deixe de ser a Europa dos trusts e passe a ser a Europa dos trabalhadores. Hoje esta tomada de posição de princípio tem urgência em ser reafirmada, na medida em que certas forças políticas em Portugal se encaminham para defender a aproximação de Portugal às Comunidades Europeias numa perspectiva puramente capitalista que não corresponde aos verdadeiros interesses do povo português e se afasta dos imperativos de uma verdadeira independência nacional(...)"

MAS que DEPOIS DE ELEITO, em 28 de Março de 77, pedia ELE PRÓPRIO A ADESÃO À CEE.... segundo se presume, numa perspectiva não-capitalista e para defender "os interesses do povo português e a independência nacional"...

NÃO PODE CHAMAR SALTA-POCINHAS A NINGUÉM!!!
Caquético
Este caquético/patético fala de pocinhas.
Esquece deliberadamente da enorme cratera em que o seu discípulo, um tal de Sócrates, afundou o país.
Enfim
Mário Soares arrisca-se a deixar de ser considerado, ou melhor, de ver a sua opinião não ser considerada.

Existem formas de expressar uma opinião, de gostar ou não gostar, mas um antigo chefe de estado deve usar uma linguagem e um discurso elevado, ou então fica calado, na política todos têm telhados de vidro e quando se atirar uma pedrinha em jeito de troça pode levar-se com um calhau...
"salta pocinhas" ??... Não sei...
O que me parece é que o P.P. é um grande jogador de Xadrez... e o futuro dirá se eu tenho ou não razão.
Para além de toda a acção política confrangedora e própria de um irresponsável digna de censura, o que me parece é que o homem pensou bem em todas as jogadas possíveis, calculou bem todos os lances mais prováveis, esteve-se nas tintas para o seu (presente) bom nome político, considerou a nossa actual situação no enquadramento geral e fez uma jogada de alto risco risco mas que seria a mais acertada para sair por cima, se não agora, pelo menos dentro de médio prazo.
É que com Passos Coelho que é curto de entendimento e de inteligência o P.P. salta-lhe por cima e come-lhe a cabeça...
Até agora os desenvolvimentos desta acção estão a dar-me razão.
Faz-me lembrar aquele mestre de xadrez que sacrifica algumas peças importantes e que de repente e sem ninguém esperar faz xeque ao rei.
Veremos em breve se vou ter razão.
Eh pá. Ganda lata!!!
Já não enganas ninguém. porra que os teus protegidos e protegidas fartaram-se de nos parasitar e agora vens com teorias.
Brincadeira do jornalista
Esta múmia é mesmo a pessoa mais indicada para falar do futuro
Comentários 116 Comentar

Últimas

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador

PUBLICIDADE

Pub