102
Anterior
A Europa em 2021: 5 cenários entre o sonho e o pesadelo
Seguinte
Porque os leilões da dívida têm corrido bem: a bazuca secreta do BCE
Página Inicial   >  Economia  >   Passos promete menos impostos em 2015

Passos promete menos impostos em 2015

Primeiro-ministro diz que a economia deverá crescer a partir de 2013, embora admita que o desemprego ainda vá crescer até lá.
Lusa |
"Não tenho nenhum prazer em dizer aos portugueses que vamos ter recessão e desemprego", disse Passos Coelho
"Não tenho nenhum prazer em dizer aos portugueses que vamos ter recessão e desemprego", disse Passos Coelho / Reuters/Eric Vidal
O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, afirma que quer cobrar menos impostos aos portugueses até 2015 e antevê o crescimento da economia a partir de 2013, em entrevista hoje publicada pelo "Correio da Manhã".

"Queremos, até 2015, que o Estado vá buscar menos recursos do que tem ido buscar aos portugueses nos últimos 10 anos", diz o primeiro-ministro quando questionado sobre as características do país que naquela data quer entregar aos eleitores.

Pedro Passos Coelho insiste na necessidade da poupança: "Se o Estado conseguir gastar menos, sem pôr em causa o essencial das políticas públicas na área social, e por essa razão não precisar de ir buscar tantos impostos aos portugueses, significa que eles ficam livres para realizar mais poupanças, que utilizarão via sistema financeiro, para financiar o crescimento da economia e do emprego".

Aumento das exportações portuguesas


O chefe do Governo espera que Portugal abandone a palavra "recessão" e a economia comece a crescer a partir de 2013, embora admita que o desemprego ainda vai crescer até lá.

"Não tenho nenhum prazer em dizer aos portugueses que vamos ter recessão e desemprego. O que quero garantir é que não há nenhuma outra maneira de Portugal voltar a crescer sem primeiro pôr as suas contas na ordem e gastar menos do que gastava", refere Passos Coelho, relativamente às medidas de austeridade.

O primeiro-ministro diz que a perspetiva da economia mundial não é de recessão, pelo que Portugal deve aumentar as exportações para os Estados Unidos da América, para a América Latina e o Oriente. Para a Europa, Portugal exporta mais de 75%.



Opinião


Multimédia

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

Costeletas de borrego com migas de castanhas

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

Strogonoff de peixe espada preto

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Caril de banana

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Cantaril com risotto de espargos

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 


Comentários 102 Comentar
ordenar por:
mais votados
Ora deixa cá ver... 2015... 2015...
... 2015... mas o que é que tem de especial 2015???

... não me digam que há eleições...
Re: Ora deixa cá ver... 2015... 2015...
Re: Ora deixa cá ver... 2015... 2015...
Re: Ora deixa cá ver... 2015... 2015...
em 2015 já está a trabalhar no LIXO outra vez
Re: em 2015 já está a trabalhar no LIXO outra vez
Re: em 2015 já está a trabalhar no LIXO outra vez
Re: Ora deixa cá ver... 2015... 2015...
Falando futebolês...
Passos Coelho, quando entrou em "jogo", já Portugal estava a ser goleado por 20-0.
Entrou, ainda não há mais que 5 minutos, e já é o grande culpado e responsável pelo descalabro a que chegou o País...
A minha consolação, é que "vozes de burro não chegam ao Céu".
Destaco e realço o enorme civismo com que os Verdadeiros Portugueses tem reagido a esta onda de sacrificios. Com esta gente, sim. Identifico-me. Quantos aos outros...coitados. Foram "educados" sob a velha e estafada máxima do "quem não chora, não mama". Vão chorando pois. Pode ser que caia alguma migalhita que vos satisfaça. Mas permitam-me que vos sugira : se trabalharem em vez de chorarem, serão mais úteis ao País. :O).
Perante um tsunami colossal de críticas, desilusão
Re: Falando futebolês...
Re: Falando futebolês...
Claro que há trabalho!!!
Re: Claro que há trabalho!!!
Re: Claro que há trabalho!!!
Re: Falando futebolês...
Re: Falando futebolês...
Re: Falando futebolês...
Re: Falando futebolês...
Re: Falando futebolês...
Re: Falando futebolês...
Re: Falando futebolês...
Re: Falando futebolês...
MENTIROSO
"Queremos, até 2015, que o Estado vá buscar menos recursos do que tem ido buscar aos portugueses nos últimos 10 anos."

Vocês tem é sorte dos Portugueses serem sonsos e os que não são já estão fora de Portugal há muito.

Vai ter com o teu amigo Sócrates!!
Re: MENTIROSO
Você tem
Re: Você tem
Não se trata de um mundo justo..
Re: Não se trata de um mundo justo..
Re: MENTIROSO
Re: MENTIROSO
Re: MENTIROSO
Re: MENTIROSO
Re: MENTIROSO
Re: MENTIROSO
Re: MENTIROSO
Re: MENTIROSO
LooooooL
O Passos já prometeu tanta coisa...
e foi (e é) o que se viu...
É melhor ficar caladinho...
Passos promete menos impostos em 2015
Diz o povo e tem razão que cesteiro que faz um cesto faz um cento e mentiroso que mente uma vez mente mais uma dúzia ou três. Confiar nas promessas de Passos é o mesmo que acreditar que a raposa guarda as galinhas.
O ano de 2011 foi o velório e 2012 vai ser o funeral. De um Primeiro Ministro que diz com prazer e orgulho que quer ir além da Troika, está a fazer não como a raposa que mata para comer, mas antes como o lobo que mata tudo o que mexe. A politica deste governo é a mesma que foi seguida por Margarett Tatcher em Inglaterra e na Argentina e todos sabemos o desastre a que levou esses Países. Já são os irmãos mais velhos, assim como outros, que andam preocupados com os disparates que estão a ser cometidos. Austeridade em cima de austeridade criou este sufoco a que estamos a assistir. Está a aquecer a água não para depenar o frango, mas para lhe arrancar a pele. A continuar assim, em 2015 vai cobrar menos impostos porque já não há a quem o fazer. O doente não morreu da doença, mas da cura.

http://www.youtube.com/wa...

http://www.youtube.com/wa...

http://paginaglobal.blogs...

Re: Passos promete menos impostos em 2015
Você tinha razão há 5 anos atrás.
Re: Passos promete menos impostos em 2015
Re: Passos promete menos impostos em 2015
'Passos promete menos impostos em 2015
Isso mesmo, Passos Coelho. Se prometer que vai baixar os impostos em ano de eleições com 3 anos de antecedência, ninguém vai acusá-lo de ser eleitoralista!
Sr PM
Pois antecipa desde já a sua reeleição com estas afirmações esperando com estas que não se repita o mesmo de sempre ora está o PSD e a seguir com promessas melhores vem o PS e siga a banda.
O que me admira é que o fado segue sempre a mesma melodia promessas e mais promessas e o povo embala na mesma cantiga.
Criticaram que a criminalidade estava fora de controlo, a justiça não funciona mas temos tudo na mesma, não se vê vontade política e agora com maioria para alterar as leis contra a corrupção, o caso Isaltino, Oliveira e costa, Duarte lima, etc. continuam na mesma e ainda querem que o povo acredite numa mudança?
Pois por mim cada vez mais não acredito nesta democracia tenha algum sentido de justiça para o povo mas sim esta favoreça as elites do país e tenham o povo para pagar os devaneios desta.
Tanto o trafulha do Passos Coelho e os xuxas nada
resolvem. A Dívida não é "aos paises credores" como pensa, disse que não devíamos pagar e depois desmentiu o deputado xuxa Pedro Nuno Santos; a Dívida é aos Bancos credores desses paises, o que faz uma enorme diferença. Mas são os Estados que estão a ser chamados a avalizar a dívida desses bancos. Corolário: estamos a pagar impostos pelas alminhas... da banca internacional.
Um tipo conservador como Viriato Soromenho Marques explica isso muito bem na edição de ontem do DN - e perante isto, podemos endereçar os melhores votos de bardamerda para os troca tintas da "ala esquerda" do partido dito socialista - como se processa esse mecanismo do endividamento, onde se subentende que o BCE não é uma entidade soberana (muito menos está ao serviço de uma qualquer união social dos europeus). O BCE deve vassalagem à astronómica dívida da máquina militar instalada à sombra dos Estados Unidos, isto é, na presente crise provocada sabemos muito bem por quem, andamos todos (450 milhões de europeus) a trabalhar para sustentar as emissões de dinheiro ficticio pela Reserva Federal norte-americana...
Re: Tanto o trafulha do Passos Coelho e os xuxas n
Ó Álvaro...
... olha o Coelho a desmentir-te!

Então não é em 2012 o fim da crise???
VAMOS ACREDITAR ...
Também as crianças acreditam ... que o Pai Natal existe ...
!
Eu acho que o melhor era dizer a partir de 2020 ou 2030. O 2015 já não está muito longe. Eu lembro-me muito bem que em 2005 previam que lá para 2008 ia tudo melhorar. Chegou-se a 2008 e era para 2001. Sempre a 2 ou 4 anos de distância. Quando se chegar a 2015 já ninguem se lembra do que foi dito agora e é assim que estes gajos vão enganando os incautos. Não me supreenderia que em 2015 ainda tivessem que carregar mais nos impostos. A economia crescer? como?????
Re: !
Esse trafulha é um "canalha"
Ao afirmar que daqui a 20 anos as reformas serão reduzidas em 50%. O que esse "canalha" pretende é manipular pscicologicamente os cidadãos para irem para as companhias de seguros. O mesmo está a faqzer o Paulo Macedo na area da saúde. É urgente correr com estes gajos e anterar e enterrar o ultra liberalismo selvagem que querem impôr ao país...
Paroles... Paroles... Paroles!
...
lol
Que conveniente, os impostos descem logo no ano que há eleições.
Foi assim...
Que chegou ao Governo.
Queira o Justo que seja assim que saia dele...
prometendo.
Comentários 102 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub