Anterior
Nova lei de investimento para estrangeiros em Angola
Seguinte
Fórum Económico Mundial: militantes de organização feminista ...
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   Partido Movimento Esperança Portugal extingue-se

Partido Movimento Esperança Portugal extingue-se

Movimento Esperança Portugal vai ser extinto enquanto partido político, mas continuará enquanto movimento cívico.
Lusa |

O Movimento Esperança Portugal (MEP) vai ser extinto enquanto partido político, mas continuará a sua missão enquanto movimento cívico, uma decisão tomada pelos militantes que se reuniram sábado no Porto.

Em comunicado enviado pelo MEP, fundado pelo antigo alto-comissário para a Imigração e Diálogo Intercultural, Rui Marques, em 2008, os resultados do partido nos quatro atos eleitorais em que participou e o sistema político-mediático existente são apontados como as causas para a extinção.

"Em quatro anos de vida e outros tantos atos eleitorais, o MEP não alcançou a confiança do número suficiente de eleitores para que tivesse voz parlamentar, objetivo essencial para uma intervenção política eficaz numa democracia representativa, tirando daí as devidas consequências", adianta o comunicado enviado hoje à Lusa.

Ao mesmo tempo, critica, "o sistema político-mediático construído para manter o 'status quo', bloqueando de várias formas todas as tentativas de renovação do sistema partidário português".

"A renovação da política através da criação de novos partidos é, atualmente, inviável"


"O MEP, com os seus militantes e simpatizantes, tentou com todo o empenho e entusiasmo, construir uma alternativa credível de um novo partido. Com quatro anos de experiência efetiva, ficou claro para os seus membros que a renovação da política através da criação de novos partidos é, atualmente, inviável", acrescenta o partido, que estava sem líder desde junho, altura em que Rui Marques se demitiu, na sequência dos resultados obtidos nas Legislaturas de 2011.

Os militantes do MEP decidiram ainda "continuar a lutar pela renovação da política em Portugal, com a marca da árdua esperança, de forma a continuar a servir o bem comum, motivação que a todos continua a inspirar".

"Não desistem de Portugal, só mudam de forma de intervenção", dizem, explicando que o MEP continuará a sua missão enquanto movimento cívico.

O património simbólico e ideológico do MEP será transferido para uma associação cívica, com a mesma designação, que atuará no domínio dos movimentos cívicos, no seio da sociedade civil, contando desde já com a participação da esmagadora maioria dos atuais membros.

O MEP foi reconhecido como partido político português a 23 de julho de 2008, tendo o antigo alto-comissário para a Imigração e Diálogo Intercultural, Rui Marques, sido o dinamizador do projeto constituído por 60 cidadãos com o objetivo de "transmitir esperança".

O partido apresentou-se, pela primeira vez, a eleições em junho de 2009, concorrendo às Europeias apresentando como cabeça de lista Laurinda Alves e concorreu também às eleições legislativas no mesmo ano.


Opinião


Multimédia

O papa-medalhas que veio do espaço

O atleta português mais medalhado de sempre, Francisco Vicente, regressou dos campeonatos europeus de veteranos, na Turquia, com novas lembranças ao pescoço. Três de ouro e duas de prata para juntar à coleção. Tem 81 medalhas, uma por cada ano de vida.

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola, em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

United Colors of Gnocchi

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

Strogonoff de peixe espada preto

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Caril de banana

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Cantaril com risotto de espargos

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.


Comentários 18 Comentar
ordenar por:
mais votados
Não é para admirar
Este Marques é um cromo do universo político Português. Só aparecia se houvesse manchete.

Consegue ser mais cromo que Manuel Monteiro!

Há uns anos atrás organizou uma Vergonha Nacional, o "Lusitania Expresso" que era uma "invasão pacífica" de Timor, mas voltou para trás assim que um traineira indonésia lho ordenou, perante as calças borradas do Marques e do Eanes, o comandante fez meia-volta!

Depois resolveu armar-se em paladino dos Bósnios e organizou uma vinda de refugiados. Assim que eles aterraram na Portela abandonou-os à sua sorte em Oeiras.

Acho que estas brincadeiras do Marques não lhe custaram um centavo, pois devem ter sido pagas pelos que sempre pagam (A gente).

Quando já nos tínhamos esquecido esta ditosa figurinha, eis que aparece com um Partido Novo, que dizia ir acabar com a "pouca-vergonha".

Mas a Pouca-vergonha não pode ser eliminada, por quem nem sequer tem competência para arranjar tacho na "dita cuja" e o povo viu logo, que dali não vinha alternativa (Nem sequer poderia vir).

Acho que, para mal dos nossos pecados, ainda não foi desta que nos vimos livres deste CROMO!
Que porra !!!

A última coisa a perder, foi-se !!

Pelos vistos está mesmo tudo quilhado. Nem o MEP acreditou !!!
O MEP brincou aos partidos.
Se fosse o único...
Re: O MEP brincou aos partidos.
Desistir no primeiro embate,
dá a noção de que a guerra foi perdida com uma única batalha. Os antigos gregos já ensinavam, ao tempo de Péricles e tantos outros que, os obstáculos existem para serem transpostos e dentre eles, o pior é aquele que está dentro de si, carregados por nós... A ausência de uma capacidade de realizar grandes coisas, é o primeiro sinal de uma derrota. A falta de luz para perceber que um dia é seguido de outro, demonstra a ausência de esforço no sentido de uma persistência capaz de gerar alguma fagulha. Por outro lado, ser incansável é ver como as coisas realmente são, jamais como parecem ser. Não confundir ilusão com ideal. Acreditar que está perdendo, logo ao começo, é tempo precioso demais para ser desperdiçado, pois que a jornada é feita em grupo, sendo que a coragem é o potencial que precisamos ter para empreender algo de válido nesta breve vida da qual desfrutamos. Por isso, acredito que os idealizadores da proposta de um novo partido, na realidade, ainda não estavam prontos o suficiente para a empresa e, por isso, morreram na praia... Rio Grande
Re: Desistir no primeiro embate,
Re: Desistir no primeiro embate,
Re: Desistir no primeiro embate,
Re: Desistir no primeiro embate,
Re: Desistir no primeiro embate,
Re: Desistir no primeiro embate,
Piores que aqueles que criticavam
Como é possível alterar seja o que for na politica portuguesa se ao primeiro obstáculo desistem?!

Felicito-os por ao menos terem tentado, mas desistir ao fim de quatro eleições apenas mostra que não são melhores que aqueles que eles criticam.

E se há coisa que não lhes faltava era eleitorado, já que eles se encontravam no centro, onde há imensos descontentes. Veja-se o que sucedeu com o PRD e o sucesso da primeira eleição onde atingiu os 18%.

Ora estes, em vez de tentarem mudar a forma de comunicar, de adaptar a mensagem para se tornar mais perceptível, não! Simplesmente desistem porque não têm a cobertura mediática que queriam. Isto não são as festas da alta, com poses para a revista Caras!

Meus senhores há muito que os partidos da esquerda sofrem todo o tipo de censuras, calunias e mentiras e nem por isso desistem. Nem a tortura os vergou. Assim se vê quem são os verdadeiros patriotas. Aqueles que têm ideais e lutam por eles.

Apenas demonstraram que não passam de mais uns putos mimados, uns betos armados em benfeitores que ficaram com o orgulho ferido porque o povo português não comeu as vossas palavras como se fossem o maná caído do céu. E claro que que quando as coisas não lhes correm de feição... fazem birra...

Para vossa informação, se essa é a vossa fibra, Portugal não precisa de vocês, nem com partido e muito menos como "movimento". Não precisamos de mais mal-dizentes. Precisamos sim de pessoas com ideias, ideias e força de vontade para as executar.
Re: Piores que aqueles que criticavam
?
quem ?
Partilhem a minuta!
Será que não podem ceder a minuta de extinção a mais alguns?
O país até que agradecia!
Fico mesmo triste
Fico triste porque era mesmo um sinal de esperança. PS ou PSD é tudo igual, duas máquinas de arranjar jobs for the boys nao estando minimamente preocupados com o pais. PCP está a morrer, é de outro tempo, Bloco de esquerda são uns extremistas, e CDS sao uns hipocritas. Agora onde é que os idealistas, que querem um mundo melhor, que nao querem saber das aparencias (da tal visibilidade), do numero dos votos, onde é que esses vao votar? Em branco, ou seja o mesmo voto daqueles que acham que esta tudo mal e ja deitaram a toalha ao chao? Gostava que reconsiderassem, mas agora talvez ja seja tarde....compreendo que era uma cruz pesada de carregar, pois a rejeicao do eleitorado portugues e muito dificil de aceitar (ainda para mais preferir os atuais partidos), e ptt aceito a decisao. Fico triste mas revela bom-senso. Talvez estas pessoas de bem possam continuar a lutar de outra forma por termos um pais melhor. Quando pessoas de valores desistem da politica da vontade de desistirmos tambem, nao da? Mas nao se pode desistir, a politica e um mal necessario.
não fazem falta nenhuma
medrosos e covardes não fazem falta nenhuma. ainda tentaram uma aproximação ao filósofo, quando era PM, a ver se conseguiam um tacho, mas não correu bem a coisa.
Comentários 18 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub