Siga-nos

Perfil

Expresso

  • Chamem-me o que quiserem

    Henrique Monteiro

    O diário ‘Público’ afirma, hoje em manchete, que o Governo ficou chocado com Marcelo. O Presidente, quando fez o célebre discurso que levou o Governo a mudar de orientação e a demitir uma ministra (ao que dizem) já saberia que o Costa ia demitir a ministra e mudar de orientação. O problema é que, como é cada vez mais costume em Portugal, toda esta interpretação é baseada em fontes anónimas

  • Manuela Moura Guedes: “Acho que José Sócrates é um psicopata”

    A Beleza das Pequenas Coisas

    Oito anos depois de ter sido afastada do Jornal Nacional das sextas-feiras da TVI, uma decisão que garante ter sido a mando do ex-primeiro ministro José Sócrates, Manuela Moura Guedes fala sobre o caso da “Operação Marquês", o controlo do sistema judicial, o silêncio do PS e a geringonça de Costa, e revela ainda estar pronta para voltar ao jornalismo, numa entrevista que pode ouvir no podcast “A Beleza das Pequenas Coisas”

  • Chamem-me o que quiserem

    Henrique Monteiro

    Os principais atores de uma campanha para as autarquias locais deviam ser os candidatos às respetivas câmaras. Todos o sabem, mas também todos perceberam que não o são. Em Portugal, os partidos aproveitam qualquer campanha para fazer política nacional – fazer política talvez seja exagerado, é mais para arremessar acusações que, nas respetivas cabeças, são a parte substancial da política, sem se dignarem, na maioria, em esclarecer o que quer que seja

  • Marcelo e Costa no Brasil: os momentos chave das celebrações

    Política

    Manuela Goucha Soares

    Depois do Porto, o Brasil. O Presidente da República e o primeiro-ministro inauguram as celebrações do 10 de Junho no Teatro Municipal de São Paulo, onde haverá Hino de Portugal, condecorações e concerto de Gisela João. No domingo assinam o protocolo de instalação da futura Escola Portuguesa naquela cidade. Segue-se o Rio de Janeiro com uma visita ao Real Gabinete Português de Leitura. Marcelo tem encontro previsto com Temer

  • Portugal já tem espólio de Marcello Caetano

    Sociedade

    Manuela Goucha Soares

    Marcelo e Costa assistem no Rio de Janeiro à transferência simbólica da biblioteca do antigo chefe de Governo da ditadura. São mais de 20 mil livros que se encontravam nas instalações encerradas de uma universidade falida, e que vão ficar à guarda do Real Gabinete Português de Leitura

  • Costa garante geringonça na próxima Legislatura

    Política

    Rosa Pedroso Lima e Sic Notícias

    Entrevista ou debate? Os termos confundiram-se no frente a frente entre o primeiro-ministro e José Gomes Ferreira, na SIC. Costa diz que ainda tem esperança num acordo que evite a greve dos professores marcada para o próxima dia 21 e acha que apesar da “natural tensão” com os partidos à esquerda do PS, a atual solução governativa é para continuar

  • Chamem-me o que quiserem

    Henrique Monteiro

    Já aqui escrevi que o Presidente francês começou mal nas suas relações com a Imprensa ao querer escolher os jornalistas que o acompanharam ao Mali, na sua primeira visita ao exterior. Depois disso – e até me sentia mal em não o destacar – deu uma excelente lição a Putin, que ficou em silêncio ao lado do Presidente francês em Versailles, quando este acusou dois órgãos de comunicação social de Moscovo de serem órgãos de propaganda e de desinformação. De resto, a sua popularidade continua a crescer e, segundo as últimas sondagens, vai ter maioria esmagadora no Parlamento

  • Coluna de alterne

    Comendador Marques de Correia

    Coluna sempre disposta ao serviço, seja ele qual for, desde que patriótico, foi com agrado que acedemos ao pedido que a velha Europa nos fez. A velha Europa, como devem saber, tem tido uma vida dura, desde que em jovem foi raptada por um touro, que por acaso era Zeus transformado em animal, tendo sido depois violada de forma que não cabe aqui referir (a porcaria da mitologia grega devia ter três XXX). Por isso mesmo, agora que caminha para a caducidade, pelo menos na apressada opinião de uma rapaziada que por aí anda, não poderíamos deixar de a satisfazer, isto é corresponder à sua vontade. Aqui, pois, vai a dita na íntegra: