Siga-nos

Perfil

Expresso

  • Alexandre Quintanilha: “Não tenho orgulho nem vergonha de ser cientista, branco, homossexual ou africano de alma. É o que sou”

    A Beleza das Pequenas Coisas

    O cientista e deputado independente do PS, Alexandre Quintanilha, recorda a infância passada em Moçambique, a educação progressista dos pais, as primeiras paixões, os caminhos que o levaram à ciência e os desafios do coração que o levaram a conhecer há quase quarenta anos, em São Francisco, o amor da sua vida – o escritor Richard Zimler. “Sou muito romântico. Gosto do processo de aproximação a outra pessoa. Sei que sofro mais por ser um romântico, mas não estou nada arrependido. Só não percebo porque é que têm de existir barreiras ao amor.” Revela ainda os combates sociais e do conhecimento que trouxe para o Governo a bordo da geringonça (uma expressão que até aprecia bastante), as contradições da ‘sua’ América e os perigos que o mundo enfrenta. Ainda há tempo para nos dar música, refletir sobre os mistérios do amor e o que ainda quer viver. Para ouvir neste episódio do podcast “A Beleza das Pequenas Coisas”

  • “Conhece a metáfora da caixa de Pandora? Trump abriu-a”

    Internacional

    Ana França

    Chamam-lhes romances, mas nem todas as personagens que habitam as páginas escritas por Richard Zimler são fruto (apenas) da sua imaginação. A Lisboa de Richard Zimler é real, o verde rural do Colorado é real, Goa colonial é a realidade possível de reconstruir. E Donald Trump também não é uma personagem de ficção, até porque a sua ascensão tem uma raiz bem visível e bem profunda: as falhas no sistema de educação norte-americano, diz Zimler em entrevista ao Expresso, à margem do evento organizado pela embaixada dos Estados Unidos em Lisboa para assinalar as eleições norte-americanas