Siga-nos

Perfil

Expresso

  • Comissão Política, episódio 6: viagem à junta de freguesia dos afetos

    Comissão Política

    A política parece transformada num reality show, com Marcelo e Costa a falar alternadamente sobre quem anda mais chocado, e Santana e Rio a entrar no campeonato dos afetos. Entretanto, falta assinar um papel para desbloquear dinheiro para cirurgias a doentes oncológicos... Três temas do episódio de hoje da Comissão Política - e ainda o que não nos sai da cabeça. Aviso: esta semana mete porcos

  • Comissão Política, episódio 3: No PSD há melões por abrir e melões para quem perder

    Comissão Política

    Sai Passos, caem Montenegro e Rangel, vão Rio e Santana: são eles os candidatos já confirmados à liderança do PSD, que assim se vê entre uma escolha ao centro-esquerda e ao centro-direita. Este é um dos temas principais deste episódio da Comissão Política, o podcast de política do Expresso, que analisa ainda a proposta do Orçamento do Estado e a saída de Wolfgang Schäuble do governo alemão

  • Rui Rio: “É hora de agir”

    Política

    Filipe Santos Costa

    Rio ganha apoios passistas e já tem tudo pronto, até o cartaz. Rui Moreira incentivou Santana e Miguel Pinto Luz também pondera avançar. Montenegro ganha palco na TV. Rangel prepara travessia do deserto. Passos ganha estatuto de presidenciável

  • Chamem-me o que quiserem

    Henrique Monteiro

    Enquanto se percebem as repercussões da renúncia de Passos à liderança do PSD (em boa medida parece-me uma parolice nacional, infelizmente instituída, achar que quem perde umas eleições perde qualidades, ou que os partidos apenas servem para chegar ao poder a qualquer custo), falemos do PCP, que tendo também muito para refletir, tem decisões coletivas para tomar (no PSD, como se sabe, cada líder transforma o partido numa coisa ligeiramente diferente, coisa de que não se pode acusar os comunistas).

  • Chamem-me o que quiserem

    Henrique Monteiro

    O líder do PSD foi a Pedrógão Grande dizer uma verdade evidente – que o Estado falhou redondamente no combate àquele fogo trágico, a maior tragédia (se excetuarmos acidente aéreo com o voo TAP 425, na Madeira, em 1977) desde as cheias de Lisboa em 1967. Há 50 anos, ou há 40 se considerarem a queda do avião com 156 passageiros (a maioria belgas) a bordo. Inexplicavelmente, o líder do PSD disse uma mentira tão desastrada e irresponsável que se tornou no primeiro carrasco da verdade que tinha ido dizer

  • Chamem-me o que quiserem

    Henrique Monteiro

    Tive ontem oportunidade de ouvir uma exposição de Teodora Cardoso, por ocasião do dia do ISEG. Tanto a responsável pelo Conselho de Finanças Públicas como o partner da Deloitte Horácio Negrão foram distinguidos pela escola e pela Associação de ex-alunos. Foi a ocasião de recordar quando conheci aquela economista, justamente na sequência da segunda vinda do FMI a Portugal, por altura do ‘Bloco Central’