Siga-nos

Perfil

Expresso

  • “Mataria a minha mãe se Escobar o tivesse pedido”

    Arquivos Expresso

    Tiago Carrasco (texto) e Eduardo Leal (fotografias) em Medellín, Colômbia

    Assassinou 300 pessoas e planeou a matança de mais de 3000. Jhon Jairo Velásquez, conhecido por “Popeye”, foi chefe dos sicários de Pablo Escobar e o revólver mais temido do cartel de Medellín. Depois de 23 anos de prisão, conta ao Expresso os segredos do temível traficante colombiano - figura central de “Narcos”, uma das séries televisivas do momento Neste fim de semana em que nos despedimos de um ano e nos preparamos para outro, o Expresso republica histórias, reportagens, conversas, narrativas, dúvidas, considerações, certezas e revelações que fizeram de 2016 um ano preenchido. Todos estes artigos são publicados tal como saíram inicialmente

  • “Mataria a minha mãe se Escobar o tivesse pedido”

    Internacional

    Tiago Carrasco (texto) e Eduardo Leal (fotografias) em Medellín, Colômbia

    Assassinou 300 pessoas e planeou a matança de mais de 3000. Jhon Jairo Velásquez, conhecido por “Popeye”, foi chefe dos sicários de Pablo Escobar e o revólver mais temido do cartel de Medellín. Depois de 23 anos de prisão, conta ao Expresso os segredos do temível traficante colombiano - figura central de “Narcos”, uma das séries televisivas do momento