20 de abril de 2014 às 14:03
Página Inicial  ⁄  Blogues  ⁄  Bitaites e Bicuaites  ⁄  Os pés pelas mãos

Os pés pelas mãos

António Tavares-Teles (www.expresso.pt)

Bitaites  

... E a cada semana que passa, a história do burro que, quando o dono o desabituou de comer, morreu, vai ganhando mais actualidade.

1. Alguns títulos dos jornais da semana passada: "Passos tira 8.500 euros a cada funcionário público"; "Lisboa vai perder urgências à noite"; "Maternidade Alfredo da Costa em risco de fechar"; "Estado está a reduzir o seu contributo para a Segurança Social"; mas também: "Perspectiva-se que o Hospital de Dona Estefânia deixe de fazer partos"; e em "Coimbra, o futuro da Maternidade Daniel de Matos e Bissaya Barreto poderá passar pela junção"; sendo que, "na Beira Interior, das maternidades da Guarda, Castelo Branco (que fazem um total de dois mil partos), pelo menos uma deverá fechar". Para além disso, "a falência de empresas disparou 45% este ano" e "as auto-estradas registam menos 11% do tráfego no final de 2011"! O que não impede, naturalmente, que a CP tenha "permitido à EMEF (Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário) a aquisição de carros topo de gama para os seus directores", gastando com isso 237 mil euros! Ora, há dias propus aqui uma solução para este problema da crise: matar os idosos e os desempregados. Hoje acrescento: e não deixar nascer as crianças, ou então no menor número possível. Isto, sem tocar nos privilégios dos directores da ELEF, e muitos outros, é claro.

2. Vítor Gaspar meteu os pés pelas mãos, Passos Coelho as mãos pelos pés. Não chega, porém: mais contorcionistas, precisam-se. Apesar do Relvas, um ás.

3. ... Se bem que, quanto à lei contra o enriquecimento ilícito, novas acrobacias. Porquê? Porque tal lei foi considerada ilegal, "entre outras razões por 'manifesta violação do princípio de presunção de inocência'". Isto é, passa um Ferrari a caminho do Algarve, lá dentro um senhor (ou uma senhora) com vivenda de luxo junto ao mar e iate na Marina de Vilamoura. Presumível inocente? Sem dúvida. Mas por que não investiga-lo? Também é ilegal? Ou haverá por aí muito pessoal político no Estado que, em busca de sinecuras privadas após mandato, sonha com a mesma coisa e não quer ouvir falar em chatices. Tanto mais que, segundo parece, o Estado só fornece carros topo de gama, não Ferraris, Lamborghinis nem outros Bentleys ou Rols-Royces nem, já agora, vivendas de luxo e iates...

4. Isto, enquanto por exemplo, a França atinge uma dívida de 90 por cento do PIB e registava, em 2009, 8 milhões de pobres que viviam com menos de 950 euros/mês, um número que (refere o "Canard") "está de resto em nítida progressão, com mais dois milhões a viverem agora com apenas 640 euros mensais". O que não impede Sarkozy, outro fino acrobata e contorcionista, a proclamar que "a mudança" é ele! Ele que ataca Hollande "para ganhar o centro" e se encontra à FN "para ganhar a extrema-direita" ( a política politiqueira no seu esplendor!). Acrobata, contorcionista e malabarista também. Pelo que, qualquer dia, ainda morre de torcicolite aguda, o velho Sarko do Fouchet's e dos saltos altos. Se bem que numa coisa ele tenha razão: quando diz que, para combater a crise, "ninguém melhor do que (ele). O que é verdade: ninguém como um pai conhece tão bem o filho que ajudou a criar.

5.Quando alguém põe o dedo na ferida de Israel (ou nas feridas, elas são tantas) como o fez há dias Günter Grass), para os Natanyahou e companhia já não se trata sequer de um anti-israelita ou até anti-sionista mas logo de um ... anti-semita, pois claro! Embora para os ortodoxos não passe de um cordeirinho de Páscoa. A imolar, obviamente.

6. João Gobern foi dispensado pela RTP por ter sido apanhado, sem o saber, a festejar um golo do Benfica. Má imagem (a do João)? Mau texto (terá dito alguma coisa)? Ou bom pretexto?

7. Por causa da arbitragem do Benfica-Chelsea e do Chelsea-Benfica (dos quais os encarnados se queixam), o presidente benfiquista "espera que o presidente da FPF defenda o seu clube junto da UEFA". Presidente da FPF esse que parece disposto a ir por aí. Por que não, uma visitinha, antes, a Vítor Pereira (o dos árbitros locais, está bem de ver)?

8. Vítor Pereira, treinador do FC Porto:

"O nosso êxito incomoda".

E a mim muito particularmente, quando me lembro da Liga dos Campeões, da Liga Europa, da Taça de Portugal, da Taça da Liga.

9. Sábado, dia de Braga-FC Porto. O"O Jogo": catorze páginas dedicadas ao Sporting-Benfica, sete ao jogo da Pedreira. Como dizem os andaluzes: mais objectivo do que isto, morre-se.

10. O Real Madrid empatou em casa com o Valência. À conferência de Imprensa faltou Mourinho, que mandou o adjunto Karanka. Mas os árbitros, esses, não faltaram. Como sempre: Mourinho não deixa, chama-os sempre, e às vezes com nomes feios. É feitio.


Bicuaites

1. Vasco Pulido Valente": "As 200.000 pessoas que desceram a Avenida da Liberdade não vão submeter-se a uma troika caída de repente do céu nem às blandícias do inteligentíssimo ministro Relvas".

... E eu a julgar que íssimo era um aumentativo ...

2. Título do "Expresso": "Passos e Portas tinham solução para o preço da gasolina. Já não têm".

Passos e Portas, SARL (Sociedade Anónima de Responsabilidade Limitada).

3. "Satisfeito por ter sido poupado à humilhação da troika", Manuel Alegre: "Dou graças por não ter sido eleito presidente".

Safou-se da humilhação mas não da factura.

4. Título do "Correio da Manhã": "Junto à Marinha Grande, Mário Soares apanhado a 199 Km/h na A8".

Mas que memória, para um homem da idade dele!

5. Título do "Público": "Bispo do Porto preocupado com barrigas de aluguer".

É comprá-las!

6. Ana Manso, presidente do conselho de administração da Unidade Local de Saúde da Guarda, nomeou o marido, Francisco Manso, para administrador dessa instituição.

Ilegal? Imoral? Mansuetude, mais nada.

7. Hulk: "Ainda não ganhamos nada".

Ai isso é verdade!

8. Pinto da Costa: "Se alguém procura treinador não somos nós".

Só faltou acrescentar: nós já temos um novo.

9. Alain Delon, 76 anos, que acaba de ter um pequeno badagaio cardíaco: "É pelas mulheres que sempre quis ser o maior, o mais bonito, o mais forte".

É verdade: a idade, de facto, não perdoa. E ataca tudo.

10. Judite de Sousa: "Já usava botas altas e saias curtas na RTP".

Felizmente (é a grande vantagem daquelas poses a meio-corpo da TV) não se viam.

 

Escrevo Segunda-feira à tarde, a poucas horas do Sporting-Benfica. Com Lorca ao lado: "Verde que te quiero verde"!

PS. E foi!



 

António Tavares Teles escreve de acordo com a antiga ortografia

 

Comentários 0 Comentar
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub