6
Anterior
Roupas bonitas, um ar feliz
Seguinte
Peter Gabriel podia ter ficado a pensar...
Página Inicial   >  Blogues  >  Bitaites e Bicuaites  >   Os Diamonds são eternos

Bitaites

Os Diamonds são eternos


|

Anda a gente sem papel e, em cima da mesa, um corta-papel, justamente. Chamo-lhe carinhosamente Passos Coelho mas vou botá-lo fora: não tenho mais papel para cortar.

Bitaites


1. "Crise afunda salários para níveis 'insustentáveis', dez mil famílias e empresas arrastadas para a falência no primeiro semestre, mercado automóvel teve o pior mês de Junho em 24 anos", etc. etc. etc. Mas antes isto - morrer após uma doença prolongada - do que de repente: pouco a pouco, lá nos vamos preparando ...

2. As operadoras de luz e gás são lucrativas, o mercado passou a ter concorrência mas, apesar da santa lei que assegura que a dita concorrência faz baixar os preços, o gás e a eléctricidade vão ficar mais caros! Contudo, o que fazer quando a única verdadeira lei do mercado é "sacar", como há muito me dizia um velho amigo figueirense, de seu nome Cartel? Ser sacado, evidentemente. Tudo o mais dá cadeia.

3. Segundo leio, "já houve 89 licenciaturas na Lusófona como a de Relvas" ("Público"). Pelo que (e escrevo-o com toda a sinceridade) a culpa da cadeira- de- um- só-pé de Relvas nem é tanto dele como dessa (com licença da palavra) universidade. Porque Relvas (aliás como parece que sempre fez na vida) aproveitou-se das circunstâncias, até na medida em que os sucessivos ministros da Educação e Ensino Superior têm visivelmente andado ao longo dos anos a assobiar para o ar ... Com tudo isto porém pude porém discernir enfim a verdadeira diferença entre licenciado e diplomado, por mais que para Relvas e para a Lusófona sejam exactamente a mesma coisa. Só que, de facto, não são.

PS. Pena foi o lapso (ainda do mesmo Relvas) que o levou a ter omitido no currículo que só fez uma cadeira do curso de Direito, afirmando ter completado um ano lectivo. Wrong! Mas isso - um lapso - quem quer tem, não é verdade?

4. Em matéria de política cultural (inexistente ou praticamente inexistente), "nem os mais críticos" - diz o "Público" - responsabilizam Viegas que, simplesmente, não tem poder". Contudo, para além de ter podido pôr à discussão na AR uma Lei do Cinema, ele já teve poder em pelo menos três ocasiões. Uma, quando aceitou ser sec. Estado desta Cultura. A outra quando, sendo contra o Acordo Ortográfico, passou a não recusá-lo. Ah, afinal quatro: quando (como escreve o Eduardo Cintra Torres), "ao fim de um ano, a prática mostra que passou ao sim". Ora, ter tido poder quatro vezes em tão pouco tempo já não é nada mau.

5. Título de uma notícia (ainda sobre o caso-Freeport) do "Correio da Manhã": "José Sócrates não foi falado. Ilustração da notícia: uma foto de Sócrates! Legenda da foto: "O nome de Sócrates tem sido falado no caso-Freeport". Será a isto que se chama esquizofrenia? Ou será apenas ódio disfarçado de péssimo jornalismo?

6. Da imprensa: "Melhor jogador de 2011-2012, Hulk; melhor guarda-redes, Rui Patrício; melhor jogador-revelação, James Rodriguez; melhor marcador, Cardozo; melhor treinador, Vítor Pereira". Capa do "Correio da Manhã": "Cardozo recebe o prémio de melhor marcador e Rui Patrício de melhor guardião". Só faltou mesmo a notícia da morte de Hulk, de James Rodriguez, de Vítor Pereira e, já agora, do FC Porto em geral. Se bem que - segundo creio - os respectivos obituários já estejam escritas há muito: só têm é de ser actualizadas todos os anos.

7. Todos os dias (e quando isso não acontece, é apenas a excepção que confirma a regra), o "Correio da Manhã" dá voz a alguém da PJ ou da GNR. Deve ser aquilo a que os franceses chamam devolver o ascensor.

8. Perante a recentemente descoberta falcatrua do Barkleys, quase dá vontade de dizer que, ao pé desta gente da alta-finança-e-banqueiros-reunidos, as da Máfia são uma espécie de artesanato. Eu sei que não são, mas lá que parecem, parecem.

9. ....E, ainda por cima, o presidente-executivo do dito Barkleys - Bob Diamond - que teve de demitir-se "sob um coro de críticas dos agentes políticos", exige que lhe seja paga a indemnização a que se acha com direito: 22 milhões de libras! Ora, 22 milhões de libras a 12%/ ano no (por exemplo)Banco do Vaticano, que é quanto este último paga de juros aos seus grandes depositantes, qualquer dia o senhor tem o dobro do que lá meter ... E como os Diamonds são eternos ... Aliás, se o não são, são pelo menos duros, duros como só eles. O que é enorme.

Bicuaites


1."Correio da Manhã": "Ministro (Relvas) tirou o curso num ano".

A quem?

 

2."Público": "Concelhias do PSD apelam a Relvas para acelerar processo do Metro do Porto".

Mais rápido do que ele não encontrarão ...

 

3.Francisco Teixeira da Mota: "Graças a Deus dir-se-ia antigamente, independentemente de se ser crente ou não. Hoje em dia, quase nada tem a graça de Deus, muita coisa tem a mão da troika e muita outra tem a pata de não sei quem".

A pata que a pôs.

 

4."Público": "Acesso ao subsídio mais fácil para desempregados desde 1 de Abril".

1 de Abril? Tá bem, tá!

 

5."Público": "Moradores de habitação social podem vir a perder a quase totalidade do RSI".

Porque não matá-los?

 

6."Público": "Todos os dias dez portugueses registam-se nalguma comuna do Luxemburgo".

Comuna, Luxemburgo, Rosa, quem sabe: comunistas?

 

7."Público": "Avião caiu por erro humano aliado a falha técnica".

E, já agora, seguramente um bando de aves a entrar pelos motores adentro e os deuses distraídos, a olhar para o lado. Só pode.

 

8."Correio da Manhã": "(LF) Vieira afirmou publicamente que o Benfica vai ter um plantel que fará inveja a muitos grandes da Europa".

É, o ano passado não tinha. Nem há dois anos. A não ser no princípio da época, é claro, mas isso não conta.

 

9.Gelson (novo reforço em Alvalade): "Vou dar a vida e o coração pelo Sporting".

Dê apenas a vida, que o coração segue. Ou vice-versa.

 

10. Foto: grande "bomba". Legenda da foto: "Djaló apareceu no Seixal ao volante de um Audi R8, que custa 160 mil euros e tem 420 cavalos de potência".

Só espero que não se estampe. Não o carro: ele.

 

11."Público": "Angola prepara eleições e ninguém acredita que o MPLA não vença".

Bom, também não é preciso ter frequentado durante um ano a Lusófona para concluir uma coisa dessas.

 

PS. "Expresso": "Três dos quatro professores de Relvas nunca o avaliaram".

Mas será que este Relvas existe mesmo ou foi um humorista que o inventou?

 

Do poema "José", de Carlos Drummond de Andrade:

E agora, José?
A festa acabou,
a luz apagou,
o povo sumiu,
a noite esfriou,
e agora, José?
e agora, você?
você que é sem nome,
que zomba dos outros,
você que faz versos,
que ama, protesta?
e agora, José?


Opinião


Multimédia

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

Costeletas de borrego com migas de castanhas

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

Strogonoff de peixe espada preto

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Caril de banana

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Cantaril com risotto de espargos

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 


Comentários 6 Comentar
ordenar por:
mais votados
Isto com o Pato é que ia lá!
Este artista atreve-se a criticar jornais e jornalistas quando protagonizou uma das maiores vergonhas do jornalismo português!

Não esquecer:
www.youtube.com/watch?v=P2dX61WvLDE
Re: Isto com o Pato é que ia lá!
Re: Isto com o Pato é que ia lá!
este é o grande...
..."jornalista" que combinou notícias com Pinto da Costa. Uma estátua imaculada de integridade, sem dúvida.

barbarraridades.blogspot.pt/
Plágio
Estes "artistas" não consultam os outros jornais? O Pedro Santos Guerreiro escreveu um editorial no jornal de Negócios a semana passada precisamente com este título a propósito de Bob Diamond. Ao menos uma citação não ficaria mal.
ooohhh
oh pato, e a tua licenciatura, foi o pinto que a pagou? ou ele pagou outras coisas?

talvez, às vezes, valha mais um "diplomado", (ver ponto 3)(já que critica 89 "diplomados"), do que um pato licenciado...
Comentários 6 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub