24 de abril de 2014 às 17:08
Página Inicial  ⁄  Atualidade / Arquivo   ⁄  Orgulho gay reúne um milhão de pessoas em Londres (vídeo)

Orgulho gay reúne um milhão de pessoas em Londres (vídeo)

1 milhão de pessoas participou hoje na Marcha de Orgulho Gay em Londres para reivindicar a igualdade de direitos para os homossexuais. Milhares estiveram também em marchas em Madrid, Viena e Roma. (Veja o vídeo)
Lusa
Milhares de pessoas também estiveram reunidas em Madrid, onde esteve a cantora Kylie Minogue
Milhares de pessoas também estiveram reunidas em Madrid, onde esteve a cantora Kylie Minogue
J.J. GUILLEN/EPA

Um milhão de pessoas participou hoje na Marcha de Orgulho Gay em Londres para reivindicar a igualdade de direitos para os homossexuais.  
 
As marchas realizadas em outras cidades europeias, como Viena, Madrid e Roma, também registaram a adesão de milhares de pessoas.  
 
Na capital britânica, o evento celebrou o 40.º aniversário da Gay Liberation Front, a organização que celebrou a primeira marcha de orgulho gay, e contou com a presença da ministra da Igualdade britânica, Lynne Featherstone.  
 
A ministra admitiu esta semana que o Governo está a refletir sobre a possível introdução de um elemento religioso nas cerimónias civis de união de pessoas do mesmo sexo.  
 
A marcha percorreu as ruas de Londres ao som de música de dança e uma festa foi organizada no bairro de Soho, o centro da comunidade gay londrina. Um milhão de pessoas participou no evento, segundo as estimativas dos organizadores, citadas pelas agências internacionais.  

100 mil em Viena 


Em Viena, os organizadores da marcha, intitulada localmente como "Rainbow Parade", confirmaram a presença de 100 mil pessoas.  
 
O evento austríaco foi este ano centrado no tema família, uma vez que a comunidade homossexual do país reivindica os mesmos direitos nesta matéria.
 
Madrid também acolheu hoje a marcha de orgulho gay, com dezenas de milhares de participantes nas ruas da capital espanhola.  

Kylie Minogue em Madrid 


A cantora australiana Kylie Minogue, que participou no encerramento do desfile, recebeu das mãos da ministra da Saúde espanhola, Trinidad Jiménez, uma escultura como forma de reconhecimento do seu empenho pela causa gay.
 
Em Espanha, o casamento homossexual e a adoção de crianças por estes casais é legal desde julho de 2005.  
 
Também em Roma, a marcha contou com alguns milhares de participantes, destacando-se a presença de vários cartazes contra o papa Bento XVI e o Vaticano.  
 
"Fechem o Vaticano, o Guantánamo mental" e "Nem o Estado, nem Deus sobre os nossos corpos" eram algumas das frases exibidas.  
 
"O que falta em Itália, é a possibilidade de viver com naturalidade e tranquilidade as nossas emoções", afirmou o presidente da organização Arcigay Rome, Fabrizio Marrazzo, referindo que "em Roma, várias pessoas já foram agredidas por se beijarem em público".  
 


Vídeo da Marcha em Madrid:
Comentários 4 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
cartão amarelo às/aos tugas.
..., e se fossem os portugueses todos, estariam mais de 2.000.000
Re: cartão amarelo às/aos tugas. Ver comentário
Re: cartão amarelo às/aos tugas. Ver comentário
Já falta pouco
O mundo está de tal modo virado do avesso, que qq. dia não me espanta se houvesse o "orgulho" pedófilo, o "orgulho" trafulha, o "orgulho" criminoso", o "orgulho "ladrão" e outros tantos "orgulhos" do mesmo género e daquilo que o nosso tempo se esforça em fazer-nos querer que se tratam de virtudes.
Vamos lindos, vamos.
É razão para dizer, "vai lá vai."
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub