Siga-nos

Perfil

Expresso

Está Dito

“Há uma linha que foi ultrapassada”

Pedro Proença

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) condenou os atos de violência ocorridos ontem na Academia do Sporting, em Alcochete, defendeu uma “reflexão profunda dos dirigentes” e acrescentou que o “que se passou não foi um caso desportivo”, mas sim “um caso de polícia”. TSF online, 16/05/2018