Siga-nos

Perfil

Expresso

  • 333

Está Dito

“Não haverá medidas adicionais nem planos B”

António Costa

O primeiro-ministro nega qualquer alteração ao Programa de Estabilidade, com um agravamento do esforço de consolidação orçamental de 0,4 para 0,6 pontos percentuais do Produto Interno Bruto (PIB) no próximo ano. Observador, 19/07/2016