Siga-nos

Perfil

Expresso

  • 333

Está Dito

“Foi um lapso, não me custa corrigir”

Pedro Passos Coelho

O primeiro-ministro admitiu ontem em Faro, ter cometido um lapso num almoço de campanha em Beja, onde disse que iriam ser pagos 5400 milhões de euros antecipados ao FMI quando na realidade este montante se refere a uma Obrigação do Tesouro que vence a 15 de Outubro.
Público, 22-09-2015