Siga-nos

Perfil

Expresso

  • 333

Está Dito

“Mais de metade das pessoas morre à espera de cuidados paliativos”

Luís Capelas

Declaração do presidente da Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos (APCP), criticando o excessivo tempo de espera entre a referenciação e o acompanhamento destes doentes, ultrapassando 30 dias, quando a média de sobrevivência é de sete dias após a referenciação Jornal de Notícias, 19/08/2015