Siga-nos

Perfil

Expresso

  • 333

Está Dito

“O Banco de Portugal agiu, neste caso, como uma espécie de COPCON dos tempos modernos, declarando tóxico um apelido”

Defesa de Ricardo Salgado

Contestação que consta de um extenso documento de 432 páginas onde a defesa de Ricardo Salgado refuta a tese do Banco de Portugal que deverá servir de guião para um eventual processo do Ministério Público. Diário Económico, 16/07/2015