Siga-nos

Perfil

Expresso

A voz humana

A maior parte das vezes é a correr que passamos pela vida uns dos outros. Mesmo com os nossos amigos: vamos sabendo deles, mantemos um contacto regular, encontramo-nos até, mas nem nos damos conta como é a correr que o fazemos. Bastaria talvez um grãozinho de lentidão, um ínfimo que fosse de outro vagar, para que apreendêssemos aquilo que na pressa não vimos, aquilo que já era patente em sinais que não valorizámos, aquilo que ficou para dizer mais tarde, quando houvesse tempo, e depois nunca houve — sabendo todos que não foi por mal. O que custa, porém, é perceber depois que nem teria sido preciso muito:

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)