Siga-nos

Perfil

Expresso

O cristianismo reencontra as periferias

O verbo grego peripherein significa traçar uma linha ou desenhar uma circunferência. Parece um gesto simples esse. Trata-se, no entanto, de uma decisão antropológica e política da maior importância. Quando traçamos uma fronteira decidimos o que está dentro e o que fica de fora. Estabelecemos o próximo e o distante, o prioritário e o acessório. Peripherein fixa assim uma fronteira, uma imperturbável linha de sombra e, com ela, o território geográfico, a paisagem das relações e a própria vida, atuando muitas vezes como se fosse legítimo descartar partes da Humanidade.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)