Siga-nos

Perfil

Expresso

Católicos à Esquerda

O catolicismo português arruma-se (ou é arrumado) sociologicamente no centro-direita ou à direita, o que em parte se compreende e, em parte, é pena. Sabemos como a monocultura ideológica não traz grande vitalidade. Mais não seja por aquilo que fica a descoberto: outras visões do mundo, uma certa inquietude crítica face aos modelos dominantes, sensibilidades alternativas, maior representação social. Penso que uma das razões profundas se prende com a dependência que o nosso catolicismo historicamente tem da chamada religiosidade popular.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)