Siga-nos

Perfil

Expresso

Semana santa

  • 333

Para percebermos os textos sagrados que a tradição cristã se propõe de novo reler, às portas da Semana Santa que agora começa, é importante recordar que eles são escritos quando Jesus era absolutamente insignificante para o mundo e para a cultura. Nós hoje reinterpretamos essas narrativas a partir da referencialidade histórica que Jesus foi adquirindo nestes 2000 anos. Ora, quando estes discípulos começaram a contar o destino de Jesus, com o desejo de preservar a memória e de melhor a entender, Jesus não tinha qualquer importância, a não ser para eles.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI