Siga-nos

Perfil

Expresso

Deus

  • 333

No prólogo do Evangelho de São João, que os cristãos ouvem proclamar na liturgia do dia de Natal, diz-se que “a Deus jamais alguém o viu” (Jo 1,18). E a mesma coisa na primeira epístola de São João: “A Deus nunca ninguém o viu” (Jo 4,12). O poeta católico Charles Péguy, dirigindo-se a Deus, pronuncia-se assim numa das suas odes: “Tu recordas-me esse grande silêncio que o mundo tinha, antes que tivesse início o reino do homem. Tu anuncias-me esse grande silêncio que o mundo terá, quando terminar o reino do homem”.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI