Siga-nos

Perfil

Expresso

Funeral em vida

  • 333

Um insólito pacote de serviços é atualmente promovido, com todo o zelo, por agências funerárias. A infelicidade da sua designação, “funeral em vida”, parece nem ao de leve ferir os tímpanos dos promotores da iniciativa comercial, que a têm divulgado em spots radiofónicos tão compungidos que a primeira dúvida que assalta os ouvintes é se não se tratará de flagrante humor negro. Infelizmente, o desastre da designação encontrada, e do inquietante paleio associado, não é o desastre maior em jogo, pois esse não respeita, de facto, tanto à débil imaginação do marketing das empresas, quanto à incerteza ética das nossas sociedades. O “funeral em vida” explica ter sido inventado para responder a duas questões prementes.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI