Siga-nos

Perfil

Expresso

Refugiados

  • 333

Vale a pena recordar que alguns dos textos mais instigadores da contemporaneidade foram produzidos, em solo europeu, por refugiados, há não tanto tempo assim. Os casos de Erich Auerbach e de Walter Benjamin afirmam-no exemplarmente. Auerbach escreveu em Istambul, e sem poder ter acesso a uma biblioteca, a sua obra maior, “Mimésis. A Representação da Realidade na Literatura Ocidental”.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI