Siga-nos

Perfil

Expresso

Montevideu

  • 333

Tinham-me recomendado que a maneira mais inesquecível de desembarcar em Buenos Aires era de barco, pelo Rio da Prata, vendo a cidade desenhar-se lentamente no horizonte como se fosse apenas uma consequência, mesmo se a mais bela, daquele interminável estuário. Foi assim que me vi amanhecer naquele domingo em Montevideu, a estação anterior, sem estar propriamente preparado para ela. Como acontece quando temos a cabeça ou o coração noutro sítio, tudo me arreliou. 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI