Siga-nos

Perfil

Expresso

Stanca luce ou os benefícios do cansaço

  • 333

Fatigada luz” é uma tradução possível do título da mais recente exposição de João Queiroz (“Stanca luce”/2015). Habituamo-nos a pensar nele como um pintor para grandes superfícies e um dos motivos acrescidos para não perder esta mostra na Fundação Carmona e Costa é precisamente o contrário: é perceber como resulta o seu trabalho aplicado a um espaço reflexivo invulgarmente restrito (as sessenta aguarelas expostas medem 21x30 ou 30x42 cms). 

Para continuar a ler o artigo, clique  AQUI