Siga-nos

Perfil

Expresso

Ricardo Costa

Ricardo Costa

Ricardo Costa

Diretor de Informação da SIC

Banca, a segunda saída limpa de Portugal

A emissão de dívida subordinada da Caixa Geral de Depósitos pode chocar pelos juros mirabolantes, pela natureza dos compradores das obrigações (dominados por hedge funds), por ter sido feita no Luxemburgo, por ter um prospeto confidencial e passar longe dos olhos dos reguladores portugueses. Quem se dedicar a estes ângulos, terá alguma matéria política para explorar, mas falhará por completo a importância desta emissão para a Caixa e para o sistema financeiro português.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)