Siga-nos

Perfil

Expresso

Ricardo Costa

Ricardo Costa

Ricardo Costa

Diretor de Informação da SIC

O ministro que ainda não o é

  • 333

Duas semanas depois do início da polémica em torno dos contratos de associação, já se disse quase tudo sobre o tema. Apesar de afetar escolas, alunos e pais, qualquer alteração teria sido relativamente fácil de explicar e defender em nome do bem comum. A argumentação orçamental e lógica, apesar de poder ser contraditada, é relativamente simples e nem precisa de ter grande apoio ideológico. Quando, ainda por cima, surge quase em simultâneo com a necessidade de alargar acordos com privados na expansão da rede do pré-escolar ou do ensino profissional e artístico, fica com a defesa política muito facilitada.

Apesar destas variáveis todas e de se saber que a defesa dos colégios privados é sempre muito aguerrida e sonora, o ministério da Educação foi confuso nas explicações iniciais e apoiou-se excessivamente em argumentos ideológicos. Não há qualquer mal em tomar opções ideológicas, mas é escusado basear essas decisões em argumentos dessa natureza quando há elementos técnicos e orçamentais à mão.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI.
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS eandroid - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)