Siga-nos

Perfil

Expresso

Pedro Mexia

O débito conjugal

Kant, um incorrigível romântico, definiu o casamento como um acto de "posse vitalícia e recíproca das faculdades sexuais do cônjuge", mas fora de Conisberga a coisa fia mais fino.

Pedro Mexia (www.expresso.pt)

Perante um tribunal de Nice, Monique, casada há duas décadas com Jean-Louis, pediu o divórcio com base em "ausência de relações sexuais durante vários anos". O caso chegou recentemente ao tribunal de recurso em Aix-en-Provence, que confirmou a dissolução do casamento e ainda condenou Jean-Louis ao pagamento de uma indemnização de dez mil euros.

Escolha uma das opções para ler o artigo inteiro