Siga-nos

Perfil

Expresso

Do contra

Os acontecimentos do Maio de 68 suscitaram adesões e rejeições tão ideológicas quanto “temperamentais”. É interessantíssimo voltar aos testemunhos da época, e comparar por exemplo dois livros saídos na mesma editora logo em 1968: “La Brèche”, de que falei na última crónica, onde é patente o entusiasmo de três conhecidos homens de esquerda (Morin, Lefort, Castoriadis), e “La Révolution introuvable”, do liberal Raymond Aron, colectânea de entrevistas e artigos do contra.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)