Siga-nos

Perfil

Expresso

É uma passagem

  • 333

Fez agora 50 anos a ponte sobre o Tejo, “a ponte inevitável”, como lhe chama Luís F. Rodrigues. O seu utilíssimo livro (edição Guerra & Paz, 2016) é uma história da ponte e da ideia de ponte, que começa em 1876, com o engenheiro Miguel Pais. Este admirador de Eiffel foi o primeiro a enfrentar a “inevitabilidade”: uma travessia do Tejo sem ser de barco. Mas essa ponte, que ligaria o Montijo ao Beato, nunca avançou. Tal como não se concretizou a ponte modernista, ousada, projectada por Cassiano Branco. Duarte Pacheco ainda concebeu uma ponte suspensa entre Almada e Lisboa, inspirada na Golden Gate Bridge (1937), de São Francisco, mas morreu de acidente antes de poder levar a cabo mais esse projecto, logo ele que transformou toda a Lisboa.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)