Siga-nos

Perfil

Expresso

O guarda do meu irmão

  • 333

Michael Cimino, que morreu há dias, dizia que “O Caçador” (1978) não é um filme sobre o Vietname. Tinha alguma razão. É um filme sobre a “grace under pressure”, de que falava Hemingway, se tal beatitude existe. E sobre seis amigos: um macho alfa lacónico, um noivo inquieto, um gordo sentimental, um engomadinho acabrunhado, um viking monossilábico e um grande alucinado. De origem russa, os amigos vivem numa pequena e feiíssima cidade industrial da Pensilvânia e trabalham na siderurgia, um inferno vivo, em volta de uma fornalha que antecipa o fogo da guerra.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)