Siga-nos

Perfil

Expresso

O que o vento nos fez

  • 333

René Girard, que morreu aos 91 anos nos Estados Unidos, onde vivia há décadas, concebeu ou desenvolveu conceitos ambiciosos, convincentes e controversos: a violência sacrificial e o desejo mimético. Uma teoria como a do “bode expiatório”, a vítima designada para sofrer por causa dos nossos medos, parece uma boa explicação dos sacrifícios humanos, dos genocídios, dos totalitarismos, do terrorismo, ainda que a sua pretensão globalizante, trans-histórica, tenha sido justamente questionada.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI