Siga-nos

Perfil

Expresso

O fim da social-democracia?

Há um efeito dominó em curso na Europa. De cada vez que há eleições, os partidos sociais-democratas caem. Em muitos casos, não se trata de um mero declínio eleitoral: formações que foram maioritárias e tiveram responsabilidades governativas recentes, colapsam. Na Grécia o PASOK desapareceu; na Holanda o PvdA é insignificante; em Espanha o PSOE perdeu num par de anos metade dos seus votos; em França o candidato presidencial do PSF, escolhido em primárias, teve 6% dos votos; em Itália, a reconfiguração partidária torna difícil discernir quem são e onde estão os socialistas; e as próximas legislativas britânicas são vistas como uma oportunidade para infligir perdas irreversíveis no velho Labour, de novo ancorado à esquerda.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)