Siga-nos

Perfil

Expresso

Ventos holandeses

Um otimista olha para as eleições holandesas e vislumbra um recuo dos nacionalismos e a garantia de que uma formação xenófoba não participará do Governo. Por um momento parece que a tendência de crescimento do euroceticismo está em refluxo e que uma maioria europeísta resiste. Se as eleições funcionarem em ondas, é provável que, depois do ‘Brexit’ e das presidenciais norte-americanas, se esteja a iniciar uma contratendência, que começou na Holanda e que se fará sentir em França, Alemanha e Itália.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)