Siga-nos

Perfil

Expresso

Para onde vai a contestação?

  • 333

Não é necessária grande perspicácia para se perceber que, no curto prazo, a celeuma em torno dos contratos de associação convém a todos: à coligação que suporta o Governo, que encontra cimento político, ainda para mais em torno do corte na despesa com rendas fixas; ao PSD, que, após uma série de anos em que nunca esteve do lado da rua, volta a acompanhar uma contestação popular; e aos colégios com contratos de associação, que demonstram como um grupo pequeno e bem organizado é capaz de colocar na agenda interesses particulares que colidem com o interesse público.

para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)