Siga-nos

Perfil

Expresso

A reinvenção de Passos

  • 333

Quando surgiu como candidato a líder do PSD, Passos Coelho surpreendia pela combinação de voluntarismo ideológico com radicalismo pueril. A sua proposta política não passava por gerir as coisas tal como tinham sido geridas. O propósito era mesmo mudar, para citar o título do livro que então publicou. Mudar o Estado, a sociedade portuguesa e, supõe-se, também os portugueses. Tudo com a densidade de pensamento que tem acompanhado a sua carreira.

Para continuar a ler o artigo, clique  AQUI