Siga-nos

Perfil

Expresso

Paulo Querido

Bloggers já ganham dinheiro com publicidade

Em 2007 centenas de bloggers portugueses monetizaram os seus espaços mas a maioria ainda ganha pouco. O blogue mais lido, o Obvious, já passou os 2.000 euros mensais de receitas.

Na edição semanal do Expresso, caderno de Economia, assinei esta semana uma pequena reportagem sobre as receitas dos bloggers. Porque o papel é finito, foi publicada uma pequena porção da quantidade de material recolhido e tratado, o que acontece muitas vezes. Mas porque o tema é particularmente indicado para este espaço, decidi reproduzir aqui o essencial de duas entrevistas a dois autores com trajectos muito diferentes, mas ambos no caminho da profissionalização dos blogues.

Hoje é a vez de Benjamin Júnior, um dos fundadores do Sapo, onde trabalha, e um dos autores do Obvious, o blogue português de maior audiência, com 15.000 leitores diários que consultam 50.000 páginas.

 

O Obvious é um projecto já antigo. A opção por receitas, recente, destina-se às despesa de alojamento ou tem outro objectivo?

Para uma pessoa habituada à tecnologia é relativamente simples encontrar soluções que resolvam os problemas de uma forma barata. No entanto, o Obvious muito cedo abdicou dessa situação. Começámos pelo alojamento barato mas actualmente, na medida em que o volume de visitantes cresceu quase exponencialmente, cresceram também as despesas. Como seria de esperar, aquilo que no principio era suportado por boa vontade é agora alavancado num modelo rentável que cobre todas as despesas que temos. Estas incluem ainda a manutenção, programação, novas funcionaliades e avenças a alguns colaboradores pontuais.

O nosso crescimento foi um exercício premeditado de compreensão e identificação das nossas valências, percepção das pessoas que nos lêem  e posterior criação de algo que se assemelha a um produto. A irreverência individual, a forma como se comenta o dia-a-dia, os tipos de posts e desabafos são parte integrante da alma de um blog que, na sua essência, é um produto que se vende. Todos os bloggers o fazem, se bem que muitos nem se apercebem, incorrendo ao longo do tempo em incoerências graves que tem um forte impacto no crescimento.

Acreditam na profissionalização dos bloggers em Portugal?

Obviamente. A profissionalização é uma meta incontornável para nós. Os nossos 15.000 visitantes por dia devem ser encarados com profissionalismo. É um cenário que deixa de contemplar brincadeiras e exercícios narcisistas da nossa parte. No principio a motivação vinha pelo mero prazer de escrever para nós próprios. Escrevíamos coisas que nos davam prazer partilhar. À medida que as visitas foram aumentando, tivemos que encontrar um equilíbrio: continua a ter de nos dar prazer, mas é um prazer que já obedece a cuidados; na selecção das imagens, na apresentação, na regularidade e também nos cuidados editoriais que temos. Mas Portugal é um país complexo para a profissionalização. Somos poucos, infelizmente remamos em sentidos diferentes e quando finalmente há alguém que sobressai, nada como dar-lhe na cabeça até ele voltar ao seu devido lugar. É muito difícil dar credibilidade a uma área se não houver união entre as partes.

E relativamente a receitas, como está o Obvious?

Bom...  dependendo dos meses, posso adiantar que andamos na casa das "algumas centenas de contos". Os posts patrocinados foram uma agradável surpresa dentro do contexto da monetização, sendo um formato muito apreciado no Brasil. No entanto, a receita dos espaços fixos é já algo que actualmente  começa a ser muito bem recebido nas agências Brasileiras, demonstrando-nos que estamos no bom caminho rumo à independência do Google AdSense. Será um processo gradual que de resto já não apresenta grandes mistérios... somente estamos à espera da convergência do mercado.

Obviamente que em cima da receita há que descontar todas as despesas que temos com alojamento dedicado e programação. Apesar de ainda desenvolvermos uma série de funcionalidades, é vulgar não haver tempo na conjugação das nossas vidas profissionais e normalmente contratamos horas de programação. Pontualmente pagamos também avenças a colaboradores que publicam conteúdo no Obvious...

 Infelizmente, em Portugal os anunciantes parecem ainda não olhar para os bloggers como uma boa alternativa para a publicidade online. Actualmente quase todo o nosso espaço publicitário para leitores em portugal é ocupado com AdSense por falta de iniciativas e contactos face ao marasmo que vivemos actualmente na blogosfera portuguesa.

Paulo Querido, jornalista