Siga-nos

Perfil

Expresso

O mundo nunca foi um lugar tão perigoso

Se pegarmos no critério adoptado pelos Estados Unidos para definirem determinada situação como requerendo o nível de alerta máxima de segurança interna – a existência de um “clear and present danger” (um perigo claro e iminente) — essa situação existe hoje à escala global e responde essencialmente pelo nome de um só homem: Donald Trump, justamente o Presidente dos Estados Unidos. É claro que, a nível individual, existe também o louco da Coreia, o insondável e cada vez mais poderoso Xi e o novo czar das Rússias, Vladimir Putin. Mas com os líderes chinês e russo, por mais ameaçadoras que nos possam parecer as suas políticas, hoje ou no futuro, falamos de estadistas, e até já o tresloucado Kim Jung-un vai dando alguns sinais de inesperada e possível sensatez.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)