Siga-nos

Perfil

Expresso

Um tempo fascinante

Li dezenas de análises, de portugueses ou estrangeiros, sobre as razões e consequências da vitória de Trump. Não apenas por dever de função, mas por verdadeiro interesse cívico e político: é preciso tornar compreensível o incompreensível. Eu sei que nos tempos que correm, nas nossas sociedades de informação superficial e opinião instantânea, ler é um luxo, reflectir é uma perda de tempo e tentar entender o outro é um exercício inútil. E, todavia, no meu tempo de vida, nunca tal foi tão necessário, nunca a política terá sido tão importante. A grande política: a que exige tempo, reflexão, informação, contradição. De tudo o que li, a análise mais lúcida, mais focada no essencial, foi a de Augusto Santos Silva, no “Público”. Cito-o: “Quando o credo básico de uma democracia simultaneamente liberal e social deixou de ser óbvio, é preciso explicitar o óbvio.”

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)