Siga-nos

Perfil

Expresso

Fado lusitano

O leitor J. Amaral, de Vila Nova de Gaia, escrevia esta semana no “Público” esta lapidar sentença: “Regra geral, com o Orçamento do Estado, os pobres ficam cada vez mais pobres e os afortunados, os que vivem acima da média, os trafulhas, os corruptos, ficam cada vez mais obesos em riqueza acumulada...”. Eis o que deve ter deixado deprimidos os negociadores do BE e do PCP, que tanto se esforçaram para mostrar aos seus eleitores que o que vai suceder com o OE-2017 é exactamente o contrário. As devoluções de salários na função pública, o aumento do salário mínimo e das pensões mais baixas, etc., nada disso conta.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)