Siga-nos

Perfil

Expresso

A insustentável ligeireza dos milhões da banca

  • 333

No espaço de uma semana, ficámos a saber que o BPN (sim, ainda mexe!) vai poder custar-nos não seis, mas nove mil milhões de euros; que no Novo Banco provavelmente vai ser preciso dar como perdida a totalidade dos cinco mil milhões lá injectados com a Resolução; que no Banif a conta final poderá chegar também ao seis mil milhões, em vez dos três mil inicialmente previstos; e que na Caixa vai ser preciso meter lá mais cinco mil milhões, além do que o Estado já meteu nos últimos anos para fazer face a sucessivos exercícios deficitários. De uma penada, e num país onde se vive a vigiar às décimas a evolução do défice púbico, são cerca de 16 mil milhões de euros que vai ser preciso inventar!

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)