Siga-nos

Perfil

Expresso

E viveremos felizes para sempre

  • 333

Quando não se acredita em deus nenhum nem na ordem divina do mundo, acredita-se noutras coisas. Eu acredito na ordem natural das coisas e na supremacia da melhor lei dos homens sobre as invocadas leis divinas. E, quanto mais olho para o que se passa, mais me convenço dos benefícios de um mundo que não seja regulado por invocadas leis de um deus qualquer. Mas não sou fundamentalista: sei que os homens podem contrariar e corrigir a natureza em benefício próprio, sem que isso mude a ética e a regra fundamental das coisas — por isso inventámos a penicilina ou a internet e fomos ao espaço, contrariando a lei natural da gravidade. Mas desconfiarei sempre das leis que nos querem fazer aceitar como natural aquilo que não é.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso)