Siga-nos

Perfil

Expresso

A política contada aos adultos

  • 333

A rocambolesca aventura das votações orçamentais que implicavam a participação de Portugal na assistência financeira à Grécia e à Turquia merece ser comentada e lembrada, como exemplo acabado que é do pior da politica partidária. O ponto de partida era este: o PSD, na postura psicanalítica de rejeição em que se encontra, não conseguindo conformar-se à perda do poder depois de ter ganho as eleições (e convenhamos que não era fácil), congeminou uma estratégia para o Orçamento do Estado que é todo um modelo de cinismo digno de figurar nos manuais de ciência politica.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI