Siga-nos

Perfil

Expresso

1-800-USA

Há duas coisas que estão em transição em Washington. A primeira é a relação entre os decisores civis na Casa Branca, Conselho Nacional de Segurança e Departamento de Estado com o Pentágono. Como Robert Gates e Leon Panetta tornaram claro nos seus livros “Duty. Memoirs of a Secretary at War e Worthy Fights”. “A Memoir of Leadership in War and Peace”, as administrações de Barack Obama optaram por controlar minuciosamente as ações militares a partir da ala oeste da Casa Branca. O papel dos líderes dos ramos militares durante os últimos oito anos foi sobretudo o de aconselhar os decisores políticos.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)