Siga-nos

Perfil

Expresso

Juros e carros de corrida

  • 333

Os juros da dívida pública portuguesa atingiram esta semana níveis perigosos. Estão ainda longe da célebre fasquia dos 7% de Teixeira dos Santos, o então ministro de José Sócrates que fixou esse limite como sinal que desencadearia a ajuda externa, mas são suficientemente altos para motivar preocupações.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI