Siga-nos

Perfil

Expresso

A grande expectativa

  • 333

António Costa decidiu prometer um país diferente. Não interessa agora se para melhor ou pior. Importa que o faz via ações concretas e barulhentas, como a decisão de reverter a privatização dos transportes de Lisboa e Porto, sugerindo que mantê-los no Estado é garantia de eficiência. Isso é muito diferente da promessa anterior de os privatizar — aí, mais do que serviço, o argumento público era financeiro. Imaginemos: e se o serviço piora?

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI