Siga-nos

Perfil

Expresso

Sol na eira e chuva no nabal

As alterações vetadas à lei do financiamento dos partidos e das campanhas eleitorais trouxeram uma clarificação surpreendente: são focadas nas áreas críticas das habituais ilegalidades, incluindo aquelas que se encontram pendentes de decisão em 25 processos no Tribunal Constitucional, desde 2009. Saberão que isso pode significar indiretamente o fim do modelo de fiscalização efetiva das fontes de receitas, donativos e da angariação dos fundos dos partidos políticos?

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido