Siga-nos

Perfil

Expresso

O Baile

O baile ondula em círculos de luz ardente lá em baixo, na praia apertada entre as falésias. Volta com o verão, na languidez flutuante dos corpos que se tocam, na banalidade doce do prazer.
O mundo pode ter mudado, mas o baile não. O conjunto tem aparelhagem potente, a globalização tornou-nos fungíveis, o terrorismo armadilhou-nos, os incêndios continuam a destruir o país, mas o baile permanece imune ao mal, à mudança.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)